Brasil conquista mais uma prata na natação em Budapeste

João Gomes Júnior ficou atrás do britânico Adam Peaty; Outro brasileiro na prova, Felipe Lima terminou em 4°

João Gomes garantiu a terceira prata do Brasil no MundialJoão Gomes garantiu a terceira prata do Brasil no Mundial - Foto: Christophe Simon/AFP

O capixaba João Gomes Júnior, 31, conquistou nesta quarta-feira (26) a terceira medalha de prata para a natação do Brasil no Mundial de Budapeste, na Hungria.

Ele terminou os 50 m peito na segunda posição, com a marca de 26s52, novo recorde sul-americano. O campeão foi o britânico Adam Peaty (25s99), atual recordista mundial da prova. O bronze ficou com o sul-africano Cameron van der Burgh (26s60).

Felipe Lima, outro brasileiro na disputa de medalhas, ficou em quarto com a marca de 26s78.

Tanto Lima quanto João Gomes Júnior chegaram ao Mundial com expectativa de irem ao pódio nos 50 m peito e nos 100 m peito, mas não atingiram a final na distância mais longa.

"É até complicado falar isso, mas senti que não larguei tão bem. Ainda assim, estava bem consciente do que tinha de fazer no percurso final, e deu tudo certo. Comecei meu ciclo (olímpico) muito bem", afirmou o medalhista ao canal SporTV.

Ele foi o brasileiro com melhor colocação individual nos Jogos Olímpicos do Rio. Terminou em quinto nos 100 m peito.

Antes da prata de João Gomes Júnior, o Brasil já havia conquistado duas pratas, com o revezamento 4 x 100 m livre masculino e Nicholas Santos, nos 50 m borboleta.

Além da natação, o país também somou três medalhas nas provas de maratona aquática, todas com Ana Marcela Cunha (um ouro e dois bronzes).

Veja também

Contra o rebaixado Oeste, Náutico busca três pontos para seguir vivo na Segundona
Série B

Contra o rebaixado Oeste, Náutico busca três pontos para seguir vivo na Segundona

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians
Sport

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians