Brasil enfrenta anfitriã França na estreia do Mundial de Handebol Masculino

Competição realizada na França tem como favoritos os franceses, atuais campeões mundiais e vice-olímpicos

Socioeducandos são atendidos em unidades de internação e de semiliberdadeSocioeducandos são atendidos em unidades de internação e de semiliberdade - Foto: Arquivo/Funase

Brasil enfrenta atual campeã na estreia do Mundial de Handebol Masculino
Quase seis meses após a disputa dos Jogos Olímpicos, em agosto do ano passado, a seleção brasileira de handebol entra em quadra novamente para encarar um teste de fogo. A equipe nacional inicia a disputa do mundial da modalidade nesta quarta-feira (11), às 16h45, contra a atual campeã França, que também é anfitriã do torneio.

O jogo desta será disputado em Paris, na AccorHotels Arena, e tem gosto de revanche. No Rio 2016, a equipe brasileira caiu justamente para a França nas quartas de final da competição, perdendo por 34x27. A tarefa de bater os donos da casa continua sendo bastante difícil, especialmente porque, do outro lado, estão algumas das principais estrelas do handebol mundial: Nikola Karabatic, duas vezes melhor do mundo, Daniel Narcisse, eleito uma vez e Thierry Omeyer, goleiro do PSG que também já alcançou o feito de melhor do ano.

Já o Brasil vem de um torneio preparatório com quatro seleções, em que ficou em segundo lugar após vencer a Romênia e Eslováquia e ter uma derrota apertada para a Suíça.

Porém, o bom desempenho nos Jogos Olímpicos pode indicar que os brasileiros podem fazer história em território francês.  Os atuais campeões Pan-Americanos tentam passar para as quartas de final pela primeira vez em sua 12ª participação. Os melhores desempenhos da equipe brasileira foram nas últimas duas edições disputadas, quando o Brasil esbarrou nas oitavas de final, caindo para o Catar em 2015 e para a Rússia em 2013.

Para mudar este panorama, é necessário experiência. Um dos veteranos da equipe comandada por Washington Nunes, Maik Santos, avaliou o adversário desta quarta. "A França é uma equipe fortíssima. Ao longo do Mundial, nosso objetivo é dar o máximo dentro de quadra e conquistar algumas vitórias. Assim, os resultados vão aparecer com nosso rendimento e com a nossa entrega. Espero que façamos ótimos jogos para nos classificarmos entre os melhores do Mundial. Esse é o nosso sonho e nosso objetivo", afirmou.

Outro pilar da equipe, o goleiro César “Bombom” Almeida, falou sobre a ansiedade para a estreia brasileira. "Nossa expectativa é sempre boa, ainda mais com uma estreia com o time da casa, em um ginásio com 15 mil pessoas contra. A responsabilidade é totalmente da França. Temos que fazer o nosso jogo e buscar o melhor resultado possível. Temos que dar 100% de olho na vitória", comentou.

MUNDIAL
A 25ª edição do Mundial de Handebol será realizada na França entre os dias 11 e 29 de janeiro. A competição possui oito sedes: Brest, Nantes, Rouen, Paris (Palco da final), Lille, Metz, Albertville e Montpellier.

As 24 equipes estão divididas em quatro grupos com seis times cada. Em sistema de todos contra todos, os quatro melhores de cada chave avançam para disputar as oitavas de final.

Confira os horários e datas dos jogos do Brasil no Mundial (Horário do Recife):

11/01 – França x Brasil – 16h45 – AccorHotels Arena, Paris
14/01 – Brasil x Polônia – 10h45 – Exponantes, Nantes
15/01 - Brasil x Japão - 16h45 - Exponantes, Nantes
17/01 - Noruega x Brasil - 10h - Exponantes, Nantes
19/01 - Rússia x Brasil - 10h - Exoponantes, Nantes

Confira os grupos do Mundial de Handebol de 2017:

Grupo A
França
Polônia
Rússia
Brasil
Japão
Noruega

Grupo B
Espanha
Eslovênia
Macedônia
Islândia
Tunísia
Angola

Grupo C
Alemanha
Croácia
Belarus
Hungria
Chile
Arábia Saudita

Grupo D
Catar
Dinamarca
Suécia
Egito
Bahrein
Argentina

Veja também

Fred marca 400º gol na carreira e Fluminense bate o Nova Iguaçu
Campeonato Carioca

Fred marca 400º gol na carreira e Fluminense bate o Nova Iguaçu

PSG quer renovar com Mbappé, mas já sondou Kane e Salah, diz jornal
Futebol Internacional

PSG quer renovar com Mbappé, mas já sondou Kane e Salah, diz jornal