A-A+

Futebol

Brasil goleia Uruguai e se aproxima de classificação à Copa do Mundo

Raphinha, Neymar e Gabigol balançaram as redes para a Seleção no triunfo por 4x1; Suárez marcou para a Celeste

Raphinha (19) e Neymar (10)Raphinha (19) e Neymar (10) - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Com a vitória por 4x1 diante do Uruguai, nesta quinta (14), na Arena da Amazônia, pelas Eliminatórias Sul-Americanas, o Brasil praticamente selou a classificação à Copa do Mundo de 2022, no Catar. Na pior das hipóetes, com uma combinação improvável de resultados em outros jogos e derrotas da Seleção nas últimas seis partidas pelo torneio, a equipe ficaria, no cenário mais catrastófico, em quinto, indo para a repescagem. Ou seja, só a matemática ainda não crava os comandados do técnico Tite no Mundial. Oficialização que deve acontecer no próximo compromisso dos brasileiros, contra a Colômbia, no dia 11 de novembro, em São Paulo.

Neymar e Raphinha possuem histórias diferentes na Seleção. O primeiro, presença consolidada há mais de dez anos nas convocações. O segundo, um novato que vem “pedindo passagem”, como diz no linguajar da bola, na equipe do técnico Tite. O camisa 10 carrega o peso por tudo que já fez, pelo que não fez e pelo que espera que façam. Vive pressionado, de modo que até sua saúde mental virou debate. O segundo, uma espécie de xodó da torcida, está descobrindo os encantos da amarelinha. Cada qual ao seu modo, a dupla comandou a vitória parcial do Brasil no primeiro tempo.

Primeiro, o mais velho e mais famoso. Neymar recebeu ótimo lançamento de Fred, driblou Muslera e fez seu gol número 70 pelo Brasil. Minutos depois, o mesmo atacante teve a chance de fazer o 71º, mas a finalização foi travada pela defesa e caiu nos pés de Raphinha, que ampliou a vantagem em Manaus. O primeiro tento pela Seleção.

Gabriel Jesus poderia entrar na contagem de artilheiros do dia, mas desperdiçou três chances incríveis de marcar. Já Raphinha, na nova chance que teve, tratou de ratificar o acerto de Tite na escolha em utilizá-lo como titular. Servido por Neymar, o atacante chutou cruzado para fazer 3x0. O Uruguai diminuiu com Suárez, mas o último grito de gol do dia foi brasileiro, com Gabigol fechando o placar em 4x1. 

Ficha técnica

Brasil 4

Éderson, Emerson Royal, Lucas Verissimo, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho (Douglas Luiz), Fred (Edenilson) e Lucas Paquetá (Antony); Raphinha (Everton Ribeiro), Gabriel Jesus (Gabigol) e Neymar. Técnico: Tite

Uruguai 1
Muslera; Nández (Cacetes), Coates, Godín e Viña (Piquerez); Valverde, Vecino (Facundo), Bentancur (Gorriarán) e De La Cruz (Torreira); Cavani e Suárez. Técnico: Oscar Tabárez

Estádio: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Gols: Neymar (aos 10 do 1ºT) e Raphinha (aos 17 do 1ºT e 12 do 2ºT), Suarez (aos 31 do 2ºT) e Gabigol (aos 39 do 2ºT)
Cartões amarelos: Fabinho (B); Cavani, Valverde, Coates (U)
Público: 12.528 pessoas

Veja também

Cabanga conquista Copa Brasil de Vela Hobie Cat 16, em Ilha Bela/SP
Vela

Cabanga conquista Copa Brasil de Vela Hobie Cat 16, em Ilha Bela/SP

Fórmula 1 chega ao GP dos EUA em momento decisivo do campeonato
Fórmula 1

Fórmula 1 chega ao GP dos EUA em momento decisivo do campeonato