Brasil inicia Pré-Olímpico de vôlei nesta quinta (1º)

Seleção feminina de vôlei estreia contra Camarões, às 14h15. Grupo D tem ainda Azerbaijão e República Dominicana

Seleção brasileira feminina de vôlei na Liga das Nações 2019Seleção brasileira feminina de vôlei na Liga das Nações 2019 - Foto: Divulgação/FIVB

O primeiro passo da seleção feminina de vôlei do Brasil no planejamento voltado para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 será dado nesta quinta-feira (1º), quando a equipe estreia do Torneio Pré-Olímpico. O time joga pelo Grupo D, ao lado de Camarões, Azerbaijão e República Dominicana, com o ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia, Minas Gerais, como sede dos jogos.

O primeiro desafio é contra o time de Camarões, a partir das 14h15. O duelo terá transmissão da Rede Globo e do canal SporTV 2. Na sequência, às 16h15, jogarão Azerbaijão e República Dominicana, que tem tudo para ser a principal adversária do Brasil pela vaga em Tóquio. O Torneio Pré-Olímpico tem um total de seis grupos, cada um com quatro seleções. Os campeões de cada grupo têm a vaga assegurada nos Jogos.

O elenco brasileiro é unânime em apontar esta semana como a mais importante da temporada. E, nesse contexto, jogar em casa é um fator extremamente positivo. “A torcida brasileira é muito apaixonada por voleibol e vai nos ajudar bastante. Os torcedores de Uberlândia apoiam o tempo todo e vão nos ajudar a cada ponto. Acredito que o ginásio vai estar lotado. Jogar no Brasil é sempre uma vantagem”, afirmou a central Bia, que cresceu durante a campanha da seleção na Liga das Nações e acabou o torneio como destaque em sua posição. Brilharam ainda a ponteira Gabi e levantadora Macris, também integrando a seleção de destaques.

A Liga das Nações, por sinal, foi um laboratório para trabalhar a equipe para o Torneio Pré-Olímpico. Durante a Liga, na qual o Brasil terminou com o vice-campeonato ao perder de virada para os Estados Unidos na decisão, o técnico José Roberto Guimarães pôde testar atletas e ajustar a equipe. Segundo ele, o grupo respondeu de forma positiva ao mostrar evolução durante a disputa.

Leia também:
Profissionais reclamam de calendário apertado no vôlei



“A Liga das Nações serviu de preparação para o Pré-Olímpico. Vivemos um momento único e temos que estar com o time todo bem. Vamos enfrentar três equipes. A República Dominicana é treinada pelo Marcos Kwiek, tem feito bons resultados nas últimas competições e tem ótimas atacantes O Azerbaijão também inspira cuidados e Camarões está um pouco abaixo dos outros dois. Esse é o momento que define uma classificação olímpica. Nosso foco desde o início da preparação foi esse Pré-Olímpico”, analisou o treinador.

A equipe brasileira no Pré-Olímpico terá as levantadoras Macris e Roberta, as opostas Tandara, Lorenne e Paula Borgo, as centrais Bia, Mara, Carol e Mayany, as ponteiras Natália, Gabi e Amanda e as líberos Léia e Suelen. A inscrição de três opostas reforça a teoria de que José Roberto Guimarães possa aproveitar Tandara na entrada da rede, uma vez que Natália lesionou a panturrilha esquerda na final da Liga das Nações e sofre de uma tendinite patelar crônica no joelho direito, o que a impede de ter uma regularidade em quadra. Tandara, contudo, não tem o passe tão potente quanto sua virada de bola, o que pode comprometer a organização tática do time.

Agenda
Na sexta (2), o Brasil enfrenta o Azerbaijão, também às 14h15. No sábado (3), o compromisso é mais cedo, às 10h, contra as dominicanas, que derrotaram a seleção brasileira na primeira semana da Fase Classificatória da Liga das Nações 2019 apostando em um jogo de muita potência ofensiva. Todas as partidas terão transmissão ao vivo.

Grupos do Pré-Olímpico
A: Sérvia, Tailândia, Polônia e Porto Rico
B: China, República Tcheca, Turquia e Alemanha
C: Argentina, Bulgária, EUA e Cazaquistão 
D: Brasil, República Dominicana, Camarões e Azerbaijão 
E: Coreia do Sul, Canadá, Rússia e México 
F: Bélgica, Holanda, Itália e Quênia 

Veja também

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica de 27 pontos na competição
Série C

Santa Cruz vence Botafogo/PB por 1 a 0 e alcança marca histórica

Pela Série D, Central e Salgueiro vencem; Fora, Afogados perde
Série D

Central e Salgueiro vencem; Fora, Afogados perde