Brasil perde invencibilidade para República Tcheca no Mundial de Basquete

Sob o comando de Aleksandar Petrovic, os atletas brasileiros entraram em quadra às 5h20, horário de Brasília, em Shenzhen, na China

Seleção brasileira de basqueteSeleção brasileira de basquete - Foto: Jesse D. Garrabrant / NBAE / Getty Images /

Após passar invicta pela primeira etapa da Copa do Mundo de Basquete, seleção brasileira viu a República Tcheca dominar e vencer a primeira partida da segunda fase, na manhã de sábado (07).

Sob o comando de Aleksandar Petrovic, os atletas brasileiros entraram em quadra às 5h20, horário de Brasília, em Shenzhen, na China.

A República Tcheca abriu 13 pontos de vantagem no primeiro tempo. Apesar de boas defesas, mas sem converter, os brasileiros deixaram a quadra com a primeira derrota no campeonato com uma ampla margem no placar: 93 a 71.

Leia também:
[Vídeo] Em partida emocionante, Brasil vence Grécia no Mundial
Brasil estreia com vitória no Mundial de basquete

A equipe do Brasil enfrenta os Estados Unidos na segunda-feira (9), às 9h30. Para se classificar, precisa acompanhar o resultado do jogo entre os norte-americanos e a Grécia ainda neste sábado (7), às 9h30, e vencer o jogo da segunda (9).

Se os gregos vencerem os Estados Unidos, o Brasil se classifica sem depender de outros resultados. Se os estadunidenses vencerem, o Brasil, além da vitória, precisará torcer pelo sucesso da Grécia contra República Tcheca.

Na primeira fase, a Seleção venceu Grécia, Nova Zelândia e Montenegro.

Nesta segunda fase do Mundial, os dois melhores times de cada grupo inicial formam uma nova chave com outros dois integrantes. Desta segunda nova chave, classificam-se os dois mais bem colocados para as quartas de final, em partidas em que a vitória vale classificação nas semifinais.

Veja também

Olympique teria vídeos que incriminariam Neymar
Futebol

Olympique teria vídeos que incriminariam Neymar

Djokovic diz que Nadal continua sendo favorito em Roland Garros
Tênis

Djokovic diz que Nadal continua sendo favorito em Roland Garros