mundial feminino

Brasil sediará Copa do Mundo Feminina de Futebol 2027; Recife é uma das 10 capitais a receber jogos

Anúncio foi divulgado na madrugada desta sexta-feira (17)

Momento em que o presidente da FIFA, Gianni Infantino, anunciou o resultadoMomento em que o presidente da FIFA, Gianni Infantino, anunciou o resultado - Foto: Divulgação

O Brasil vai sediar a 10ª edição da Copa do Mundo Feminina de Futebol FIFA 2027, e o Recife será uma das 10 capitais a receber partidas.

O anúncio foi divulgado na madrugada desta sexta-feira (17), no 74º congresso da entidade, em Bangkok, na Tailândia. 

Esta será a primeira vez do Mundial Feminino na América do Sul. O Brasil concorria contra uma candidatura unificada entre Alemanha, Holanda e Bélgica.

“O Brasil está pronto! Está será a Copa do Brasil, mas também de toda a América do Sul. E marcará um novo momento para o futebol feminino em nosso continente”, disse o ministro do Esporte, André Fufuca, representante do governo brasileiro no Congresso da FIFA. 

Confira o momento do anúncio:

Além do Recife, os locais previstos para receber os jogos são Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

A proposta que venceu a eleição prevê o uso de dez estádios. São eles:
- Arena Pernambuco (Recife)
- Beira-Rio (Porto Alegre)
- Arena Corinthians (São Paulo)
- Maracanã (Rio de Janeiro)
- Mineirão (Belo Horizonte)
- Fonte Nova (Salvador)
- Arena Castelão (Fortaleza)
- Arena Amazonas (Manaus)
- Arena Pantanal (Cuiabá)
- Mané Garrincha (Brasília)

A candidatura do Brasil prevê que o torneio será disputado entre os dias 24 de junho e 25 de julho de 2027. A competição terá 32 países participantes e 64 partidas. A abertura e a final estão programadas para acontecer no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Para o ministro André Fufuca, o evento será uma oportunidade para promover a igualdade de gênero e o desenvolvimento do futebol feminino.

"As jogadoras servirão de inspiração para futuras gerações e ajudarão o Brasil a criar um impacto positivo duradouro na sociedade, promovendo inclusão, diversidade e igualdade no esporte", afirmou.

Veja também

Olimpíadas Paris 2024: Presidente do Comitê Organizador promete Jogos 'espetaculares'
Olimpíadas Paris 2024

Olimpíadas Paris 2024: Presidente do Comitê Organizador promete Jogos 'espetaculares'

Krejcikova bate Paolini, conquista Wimbledon e repete feito de mentora
Wimbledon

Krejcikova bate Paolini, conquista Wimbledon e repete feito de mentora

Newsletter