Brasil tem mais duplas duplas na chave principal de Moscou

Guto/Saymon e Talita/Taiana passaram o qualificatório da etapa e se juntaram a outras seis duplas nacionais

Saymon, em ação no Circuito Mundial de vôlei de praiaSaymon, em ação no Circuito Mundial de vôlei de praia - Foto: Getty Image/FIVB

O Brasil ganhou mais duas duplas no torneio principal da etapa quatro estrelas de Moscou do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, que tem início nesta quinta-feira (15). Nesta quarta, através do torneio qualificatório, se classificaram Guto/Saymon (RJ/MS) e Taiana/Talita (CE/AL). Eles se juntam a Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF), Alison/Álvaro Filho (ES/PB), André/George (ES/PB), Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Maria Elisa/Carol Solberg (RJ), classificados automaticamente pelo ranking.

Guto e Saymon enfrentaram os russos Gorbenko e Likholetov e levaram a melhor por 2 sets a 0 (21/14 e 21/16). No torneio principal masculino, Alison/Álvaro está no grupo B e estreia contra Sivolap/Yarzutkin (RUS). No grupo C, Evandro e Bruno jogam com os poloneses Rudol e Szalankiewicz. Guto e Saymon enfrentam Herrera e Gavira pelo grupo D. Pelo grupo G, Andre e George encara Gao/Li (CHN).

No feminino Taiana e Talita venceram as gregas Tsopoulou e Manavi por 2 sets a 0 (21/14 e 21/17). Elas estão no grupo A e enfrentam Menegatti/Orsi Toth (ITA) na estreia. O grupo é o mesmo de Maria Elisa e Carol Solberg, que jogarão contra Mizoe/Hashimoto (JAP). Ágatha/Duda está no grupo B e encara Radarong/Hongpak (TAI). Ana Patrícia e Rebecca joga com Caluori/Gerson (SUI) na primeira partida pelo grupo D.

A fase de grupos em Moscou é composta por 32 times em cada naipe, divididos em oito chaves com quatro duplas. Após a disputa da primeira fase, os primeiros colocados vão direto às oitavas de final, enquanto os segundos e terceiros de cada grupo disputam uma rodada eliminatória anterior, da repescagem (Round 1). O torneio segue em formato eliminatório com oitavas, quartas, semifinais e disputas de bronze e ouro.

A competição em Moscou rende cerca de R$ 78 mil para os campeões dos naipes masculino e feminino. Ao todo, o torneio distribui cerca de R$ 1,2 milhão em premiação aos atletas, além de oferecer pontuação alta para o ranking internacional – 800 para os times vencedores (mesmo número para a corrida olímpica brasileira).

Veja também

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C
Futebol

São Bento tem surto de Covid e terá de escalar goleiro na linha pela Série C