Brasil terá revanche com a França na Copa dos Campeões

Finalistas da última Liga Mundial, as equipes se enfrentam na estreia do torneio, à 0h40 desta terça-feira

Brasil foi campeão no Sul-Americano de Vôlei, em 2017Brasil foi campeão no Sul-Americano de Vôlei, em 2017 - Foto: CBV/Divulgação

Depois da derrota na final da Liga Mundial 2017, o Brasil reencontrará a França na madrugada desta terça-feira (12). É que a equipe europeia será a adversária de estreia da seleção na Copa dos Campeões, que acontece durante esta semana, no Japão. A competição encerra a atual temporada, na qual o time nacional tem uma prata e um ouro conquistados, na Liga e no Sul-Americano, respectivamente. O duelo contra os franceses acontece à 0h40 (horário de Brasília) e terá transmissão somente do You Tube da Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

Atual campeão da Copa dos Campeões, o Brasil terá de superar ainda Estados Unidos, França, Irã, Itália e Japão se quiser chegar ao penta – venceu em 1997, 2005, 2009 e 2013. O torneio é disputado em pontos corridos. “A final da Liga Mundial foi uma demonstração do alto nível técnico encontrado em toda a competição. A seleção da França mereceu a vitória depois de um grande jogo, mas amanhã é um novo confronto. Nós do esporte sabemos que cada partida é uma história diferente. Tenho certeza que aqui cada duelo desses vai ser muito bom para a competição, não só contra a França”, afirmou Renan.

Em seu primeiro ano com a seleção, Renan Dal Zotto chegou a duas finais. Depois de um início oscilante na Liga Mundial, o grupo cresceu na fase decisiva e só parou na França, em uma final na qual começou muito bem, mas caiu de rendimento durante a partida, enquanto os adversários trilharam caminho exatamente oposto. No Sul-Americano, ele teve oportunidade para dar mais ritmo aos jovens do elenco. Embora o time tenha passeado, isso não deve ser um referencial, visto que o nível técnico do campeonato não é tão elevado.

Na Copa dos Campeões, o nível volta a subir e impõe mais dificuldades ao Brasil. “São seis grandes seleções e cada dia vai ser um desafio muito grande, independentemente de quem seja o nosso adversário. São todas de primeiro nível e dignas de chegar bem na reta final. É uma competição como se todo jogo fosse uma grande final”, detalhou Renan.

Campeão nas edições de 2009 e 2013 da Copa dos Campeões, o levantador e capitão da seleção brasileira, Bruninho, fez questão de ressaltar a alegria de estar em mais uma competição no Japão. “Sempre é muito especial estar aqui. É um país diferente, as pessoas são muito atenciosas com todos nós, os japoneses são muito fãs do vôlei brasileiro e é realmente muito bom estar aqui mais uma vez”, concluiu Bruninho.

A seleção brasileira disputa a Copa dos Campeões com os levantadores Bruninho e Rapahel, os opostos Wallace e Renan, os centrais Lucão, Otávio, Isac e Maurício Souza, os ponteiros Douglas, Rodriguinho, Lucarelli e Maurício Borges e os líberos Tiago Brendle e Thales.

TABELA
Dia 12.09 (terça-feira) – França x Brasil, às 0h40
Dia 13.09 (quarta-feira) – Brasil x Itália, às 0h40
Dia 15.09 (sexta-feira) – Irã x Brasil, às 0h40
Dia 16.09 (sábado) – Estados Unidos x Brasil, às 0h40
Dia 17.09 (domingo) – Brasil x Japão, às 6h15

Veja também

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda
Futebol

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda

Casos de Covid deixam 47 tenistas em quarentena antes de Australian Open
Tênis

Casos de Covid deixam 47 tenistas em quarentena antes de Australian Open