A-A+

Brasil vence Bélgica por 3 sets a 2 no Mundial de Vôlei

Brasileiros saíram perdendo nos dois primeiros sets e viraram o jogo; adversário na terceira fase da competição será definido na segunda (24)

Brasil fechou a segunda fase com vitória Brasil fechou a segunda fase com vitória  - Foto: Divulgação/FIVB

O Brasil encerrou sua participação na segunda fase do Campeonato Mundial Masculino de Vôlei. Neste domingo (23), a seleção derrotou de virada a Bélgica por 3 sets a 2, na Itália, com parciais de 22/25, 23/25, 25/19, 25/15 e 15/12.

Na manhã desta segunda-feira (24), a Federação Internacional de vôlei realizará o sorteio para definir os duelos válidos pela terceira fase do Mundial. Estão no sorteio Brasil, Itália, Rússia, Sérvia, Polônia e Estados Unidos.

O resultado serve mais para dar confiança à equipe, que já estava classificada para a terceira fase do torneio. Antes do jogo, o Brasil tinha quatro pontos de vantagem para os belgas, segundos colocados, e não seriam alcançados de maneira alguma. As seis equipes garantidas na próxima etapa serão sorteadas em dois grupos; a seleção pode ter em seu caminho os times de Estados Unidos, Itália, Polônia, Rússia e Sérvia.

Em relação à equipe que o técnico Renan Dal Zotto costuma escolher, o líbero Thales foi o único a iniciar a partida contra os belgas. Sem suas principais peças, o Brasil sofreu em quadra durante metade da partida e viu os belgas abrirem vantagem no primeiro set, fechado em 25 a 22.

A segunda parte foi mais equilibrada. Embora tenha começado com desafio da Bélgica, a arbitragem reviu o lance e confirmou o ponto da seleção brasileira. Os primeiros momentos davam esperança ao Brasil, mas os europeus conseguiram a virada por 25 a 23.

Ao ver a seleção abrir um placar de 16 a 13 no terceiro set, Renan Dal Zotto sentiu necessidade de alertar sua equipe; afinal, os brasileiros chegaram a abrir 16 a 12 no set anterior, mas deram espaço para o crescimento belga. "O set anterior estava 16 a 12 para a gente. Sem dar mole! Sangue nos olhos até o final, não vamos dar mole", avisou o treinador. Ele tinha razão, já que a Bélgica logo encostou em 17 a 16 com bomba de Van Der Dries. Mas um ace de Douglas fechou o set em 25 a 19 para o Brasil.

O que parecia perdido se transformou em caminho para a virada. No quarto set, a seleção brasileira saiu na frente com bons bloqueios - destaque para Maurício Souza, que subiu bem três vezes seguidas - e não teve dificuldade para fazer 25 a 15.

O tie-break teve início com ponto da Bélgica, mas o Brasil logo mostrou que não estava para brincadeira e abriu quatro de vantagem. Um ace de Douglas levou o placar a 12 a 8. Sem levantador brasileiro na quadra, o match point veio no saque de Evandro: 15 a 12. Para efeitos de comparação, a seleção brasileira de Renan Dal Zotto obteve 12 pontos de bloqueio em todo o jogo; os belgas fizeram cinco.

Leia também:
Agendão: Mundial de Vôlei e canoagem entre os destaques
Brasil vence Eslovênia e garante classificação antecipada

Veja também

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena
Náutico

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C
Série C

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C