Brasil vence Camarões e segue na briga pelo bronze

Com uma hora e 10 minutos de jogo, as comandadas de José Roberto Guimarães seguem sonhando com a medalha no Mundial

A seleção passou por cima de camarõesA seleção passou por cima de camarões - Foto: Divulgação/FIVB

A seleção brasileira passou fácil por Camarões na madrugada desta sexta-feira (27) na Copa do Mundo de Vôlei Feminino, disputada na cidade de Osaka, no Japão. Em apenas uma hora e dez minutos, o Brasil despachou as camaronesas com vitória por 3x0, parciais de 25/11, 25/17 e 25/18.

Com o triunfo, o Brasil subiu para quarta posição, com 18 pontos, e segue com chances de conquistar o bronze. Para isso, a equipe brasileira, comandada pelo técnico José Roberto Guimarães, terá de ganhar as duas próximas partidas e torcer pela derrota da Rússia, terceira colocada, na última rodada do mundial.

A seleção entrou em quadra com Fabiana, Mara, Amanda, Gabi, Lorenne, Macris e a líbero Camila Brait. Ao longo da partida, Zé Roberto colocou ainda Roberta, Carol, Sheilla, Gabi Candido, Bia e Drusyla. As maiores pontuadoras brasileiras foram a central Mara, que anotou 11 pontos, e a oposta Lorenne, com dez. Mas foi a atacante Laetitia Moma, de Camarões, que mais fez pontos no jogo: foram 13 ao todo.

Leia também:
Brasil joga mal e sofre a primeira derrota no Mundial de vôlei no Japão
Brasil sua, mas vence Sérvia pelo Mundial de Vôlei
Meninas do Brasil lutam por lugar no pódio da Copa do Mundo


A equipe brasileira soma até o momento seis vitórias em nove partidas. O próximo confronto da seleção será na noite desta sexta-feira (27), às 23h (horário de Brasília), contra a Coréia do Sul. O último embate da rodada será contra Rússia, terceira colocada, na madrugada de domingo (29), às 2h.

Veja também

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube
Santa Cruz

Santa Cruz define como chapa da situação Antônio Luiz Neto, para presidência do clube

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport
Sport

Brocador fica fora da relação pela segunda vez seguida no Sport