Handebol

Brasil vence Chile e pega Uruguai nesta sexta-feira pela semifinal do Sul-Centro

Brasileiro se classificaram em primeiro lugar no torneio disputado no Recife

Time verde-amarelo impôs uma defesa consistente contra o ChileTime verde-amarelo impôs uma defesa consistente contra o Chile - Foto: Ricardo Fernandes/Coscabal

Leia também

• Brasil estreia com vitória no Torneio Sul-Centro de Handebol

• Brasil goleia Costa Rica e se classifica para semifinais do Sul-Centro e para Mundial de 2023

O Brasil venceu o Chile por 31x22, nesta quinta-feira (27), pela última rodada do Torneio Sul-Centro de Handebol, e se classificou em primeiro lugar, de forma invicta, para as semifinais da competição. Foram três vitórias em três jogos contra paraguaios (46x19), costarriquenhos (49x13) e chilenos. Agora os brasileiros vão em busca da vaga na final contra o Uruguai, nesta sexta-feira (28), às 20h, novamente no Ginásio Geraldão, no Recife.

O jogo

O confronto contra o Chile foi marcado por dois tempos distintos. Na primeira etapa, os chilenos dificultaram ao máximo o jogo do Brasil, que se manteve focado e buscando o gol adversário em todo tempo. A tática da equipe visitante foi a mesma do último Pré-Olímpico: marcar forte e explorar a qualidade de Salinas e Feuchtmann. A tática até deu certo em alguns momentos, mas o time verde-amarelo impôs uma defesa consistente e estava com o sistema ofensivo em noite inspirada.

Mesmo com um jogo duro, o Brasil conseguiu diversificar as jogadas de ataque e envolver os chilenos. Utilizando bastante os pontas e os pivôs, a Seleção conseguia chegar ao gol adversário. Outra arma brasileira foram os arremessos dos nove metros, principalmente com João Pedro, que marcou quatro vezes nos 30 minutos iniciais, e Haniel, com três gols. O pivô Rogério também marcou três vezes na etapa inicial.

Etapa inicial

A Seleção Brasileira começou o jogo com tudo. Abriu 4x0 e obrigou o técnico adversário pedir tempo para organizar a equipe do Chile, que chegou a 4x3 logo em seguida. Depois disso, o que se viu foi o Brasil à frente do placar, mas sempre com os chilenos muito próximos até o final. Os guerreiros poderiam até ter fechado a primeira etapa com o placar maior do que 16x13, mas o goleiro da equipe adversária fez um primeiro tempo inspirado. 

Segundo tempo

No segundo tempo, o Brasil manteve a força ofensiva e o jogo para cima do adversário, ditando o ritmo da partida. Mesmo com o Chile tendo diminuído a diferença para 16x15 logo nos minutos iniciais, os guerreiros se mantiveram concentrados e não permitiram que o momento mudasse a forma da equipe jogar. A Seleção abriu 19x17 e só não viu o Chile encostar novamente porque Bombom fez duas defesas seguidas. 

A partir daí, o Brasil voltou a dominar o confronto, chegou a fazer 27x21 e se manteve à frente até o final do jogo, que terminou 31x22.

O artilheiro brasileiro da partida foi Haniel, com 5 gols, seguido de João Pedro, Chiuffa, Rogério e Gustavo, cada um deles com quatro gols. O goleiro Bombom foi eleito o MVP da partida. O camisa 89 fez uma partidaça!

Veja também

"Muita felicidade", diz Gilvan após marcar gol que garantiu ao Santa Cruz vaga na Série D de 2025
SANTA CRUZ

"Muita felicidade", diz Gilvan após marcar gol que garantiu ao Santa Cruz vaga na Série D de 2025

Santa Cruz vence Central pelo PE e está garantido na Série D de 2025 
CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Santa Cruz vence Central pelo PE e está garantido na Série D de 2025