Brasileiros em várias partes do mundo nas Eliminatórias da Copa

Além dos 23 atletas da Seleção Brasileira convocados por Tite, outros 14 jogadores brasileiros estarão nos gramados buscando uma vaga no Mundial da Rússia

O Rochedo e A Estrela O Rochedo e A Estrela  - Foto: Portal Cultura PE / Reprodução

Sexto idioma mais falado no mundo, o português costuma ultrapassar as fronteiras e se espalhar por diversos países através de uma atividade extremamente globalizada: o futebol. Os jogos de outubro pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 servem como exemplo. Além dos 23 atletas da Seleção Brasileira convocados pelo técnico Tite para as partidas contra Bolívia e Venezuela, outros 14 jogadores nascidos no Brasil ou filhos de brasileiros estarão nos gramados buscando uma vaga no Mundial da Rússia.

A grande maioria dos atletas representarão seleções da Europa: Itália (Eder), Portugal (Pepe e Bruno Alves), Bulgária (Marcelinho), Suíça (Léo Lacroix), Polônia (Thiago Cionek), Armênia (Marcos Pizzelli) e Espanha (Diego Costa e Thiago Alcántara). Quem poderia integrar essa relação era o volante Thiago Motta. O jogador, que era presença constante na lista de convocados da Itália, foi preterido pelo treinador Giampiero Ventura.

Companheiro de Cristiano Ronaldo no Real Madrid, Pepe já enfrentou o Brasil na Copa do Mundo de 2010 e foi um dos destaques da seleção portuguesa na conquista da Eurocopa deste ano. Diego Costa chegou a ser convocado por Felipão em alguns amistosos, mas, no final, o sergipano acabou optando por defender a seleção espanhola, sendo um dos 23 escolhidos por Vicente del Bosque para a Copa do Mundo de 2014. Já Thiago é filho de Mazinho, campeão mundial pelo Brasil em 1994, e irmão de Rafinha, que recentemente conquistou a medalha de ouro pela equipe verde-amarela nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Além de Rafinha e Thiago, outros jogadores também possuem pelo menos um dos pais brasileiros. São os casos de Marcelo Moreno (Bolívia), Júnior Fernandes (Chile) e Beto da Silva (Peru) - todos com dupla nacionalidade. Moreno é o mais conhecido dos brasileiros, já tendo atuado por Flamengo, Cruzeiro e Grêmio. O centroavante defende atualmente o Changchun Yatai Football Club, da China. Sede da próxima Copa do Mundo, o Qatar também decidiu apostar na naturalização de jogadores brasileiros para reforçar sua seleção. O meia Rodrigo Tabata (ex-Santos) e o volante Luiz Júnior (ex-Uniclinic) foram convocados pelos árabes.

O número poderia ser ainda maior se, nesta semana, tivesse rodada das Eliminatórias da Concacaf. Os irmãos mexicanos Giovani e Jonathan dos Santos, filhos do ex-jogador brasileiro Zizinho, e Celso Borges, que defende a seleção costarriquenha, aumentariam a lista.

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho