Futebol

Breno Calixto destaca motivos para assinar pelo Santa Cruz e elogia o treinador Bolívar

Zagueiro também destacou as particularidades da Série C e o que a equipe precisa fazer para conquistar o acesso

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz FC

Recém-chegado no Santa Cruz, mas habituado ao futebol pernambucano, o zagueiro Breno Calixto segue em busca do seu lugar ao sol no elenco tricolor. Após a eliminação no Pernambucano, a equipe já foca nos preparativos para a Série C, com início no final de maio. Em entrevista à assessoria do clube, Breno deu detalhes do seu acerto com o clube tricolor, elogiou o treinador Bolívar e vê o clube com chances de conquistar o acesso. 

Sobre sua chegada no Santa Cruz, o zagueiro contou que já estava acertado com um clube da Série C, mas ao saber da proposta do Tricolor do Arruda, deu prioridade e afirma ter feito "a escolha certa", ao assinar pela equipe coral. 

"É um prazer estar vestindo essa camisa do Santa Cruz, que é um dos maiores clubes do Brasil. Recebi o contato do Fabiano, que já havia tentado me levar para outros clube onde ele trabalhou. Eu estava acertado com um clube da Série C e acabei abrindo mão de lá, para jogar no Santa Cruz, pela camisa, pela história do clube, pelo planejamento também do Fabiano e do clube. Acabei aceitando e acho que fiz a escolha certa, é um clube que muita gente já tinha me falado, mas eu sempre achava que era um clube que tinha a minha cara, de gente boa, humilde. Estou muito feliz aqui no Santa Cruz", afirmou.

O defensor também destacou a oportunidade de trabalhar novamente com o treinador Bolívar. Os dois já haviam trabalhado juntos no Cianorte, em 2019. Para Breno, o ex-zagueiro campeão mundial pelo Inter é uma inspiração e irá agregar bastante ao clube. 

"O Bolívar é um cara que tem uma história invejável no futebol, no lado bom. É um cara que é campeão brasileiro, de Libertadores, Mundial, é um cara que a gente sempre se inspira e é uma satisfação muito grande estar trabalhando com ele de novo, pois já trabalhei com ele no Cianorte, aprendi muita coisa lá que levei comigo. Quero estar aqui com ele de novo e aprendendo. No futebol, a gente nunca tá certo de tudo e nunca aprendeu tudo. Então, quero evoluir aqui, cada dia mais com ele, que era um zagueiro, da minha posição, então vai agregar muito para o Santa Cruz. Ele é um cara gente boa e dentro de campo faz um trabalho que é incontestável", destacou.

Breno também falou sobre a Série C, competição que vai definir o destino do Santa Cruz para 2022 e é tratada como vital para as pretensões futuras do clube. O zagueiro tem experiência na competição, tendo disputado com Treze e Náutico nos últimos anos. Para o defensor, garra e raça são fundamentais para conquistar o acesso. 

"A Série C eu já conheço bem. Sou um jogador de acordo com a competição que eu estou jogando. Se a Série C me pede força e mais raça, que já são características minhas, eu vou atrás disso. E lá não tem campo bom, bonitinho, acho que um dos melhores é o nosso. E o Santa Cruz é garra, é raça, a gente tem que estar ligado 100% na Série C, nos jogos. Com esse entendimento, do que é o Santa Cruz e o errado que é ele estar na Série C, acho que esse time consegue subir", concluiu.

Veja também

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa
Série A

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B
Náutico

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B