A-A+

Santa Cruz

Breno Calixto pede apoio da torcida e acredita em permanência e até classificação na Série C

Zagueiro tricolor foi o capitão da equipe na última partida, diante do Manaus e detalhou momento difícil da equipe na competição, trazendo a perspectiva do elenco

Breno Calixto, zagueiro do Santa CruzBreno Calixto, zagueiro do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz FC

Após nova derrota na Série C, o calvário tricolor segue e agora ainda mais difícil. No entanto, alguns ainda acreditam não apenas na permanência, mas também em uma classificação para a segunda fase, como é o caso do zagueiro Breno Calixto, titular e capitão na derrota diante do Manaus, no último domingo (1). O defensor afirmou ter certeza que a equipe não cai de divisão e que vai buscar os pontos para tentar, se possível, até a classificação, por conta da imprevisibilidade dos resultados e instabilidade das equipes do grupo B. 

Sobre a última partida da equipe coral, Breno destacou os pontos positivos, mas sem deixar passar os erros, que ainda existem e estão custando muito caro, chegando a falar em uma fase "desgraçada", onde até a sorte não fica a favor. 

"É a nossa profissão, vivemos de vitórias e se elas não vem, as críticas chegam. A gente tem que começar a reverter isso. Mas para todo lado ruim, tem um lado bom. Ontem, a entrega foi muito boa. Infelizmente tivemos erros, que geralmente vem acontecendo. Um erro nosso, os adversários vão lá e fazem o gol. A gente tá em uma fase tão desgraçada, que os caras vão lá, uma ou duas vezes e faz o gol. Enquanto a gente passa o jogo todo em cima deles e não faz. Não sei o que está acontecendo, mas a gente não vai desistir. Já começamos a trabalhar para tentar fazer o revés lá contra o Floresta"

Ainda sobre a fase ruim da equipe, Breno também destacou que o ataque precisa melhorar e que na última partida, as chances foram criadas, mas a bola não entrou. 

"A gente sabe que tem que melhorar alguns pontos. A margem de erro tá muito pouca para nós. Estamos em uma fase tão ruim, que se errar uma bola, perdemos um jogo. Temos que corrigir no ataque também, que precisa ser mais efetivo, ter mais um pouco de tranquilidade. Criamos mais nesse último jogo, mas ainda não conseguimos colocar a bola para dentro. O Roberto cobra bastante a gente. Ele já tem essa personalidade de cobrança e tenho certeza que vai cobrar da defesa e do ataque, para ter uma junção melhor e conseguir uma vitória, urgentemente", afirmou. 

Breno pediu paciência à torcida e reconheceu as críticas que vem sendo feitas. O zagueiro reforçou a confiança na equipe e afirmou que os jogadores não irão desistir. 

"Sei que estamos recebendo críticas. Porque eles (torcida) esperam sempre o melhor da gente. Eu entendo e aceito totalmente as críticas e é daí que me fortaleço. A gente está com a cara aqui para falar com vocês, que a gente não vai desistir", afirmou.

Sobre a próxima partida, Breno acredita que será um confronto direto, já que o Floresta é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Para o zagueiro, é fundamental começar a pontuar novamente, para tentar até uma vaga para a próxima fase, na quarta posição. 

"O Floresta é um confronto direto, é o primeiro fora da zona e a gente não pode deixar os caras sair de perto da gente. Se a gente ganhar, ficam faltando cinco pontos para sair. Temos que procurar pontuar e vamos até o final, queremos chegar na última rodada, se deus quiser, pra gente conseguir até uma vaguinha no quarto lugar, porque tá muito embolado", disse.

Apesar da tristeza com o resultado, o zagueiro se diz confiante na permanência da equipe na Série C. 

"Estou muito triste, muito machucado pela derrota, pelo jogo que a gente fez, mas é ter a cabeça levantada, que tenho certeza que a gente não vai cair", concluiu.

Veja também

Acompanhe, lance a lance, Náutico x Londrina
BRASILEIRO SÉRIE B

Acompanhe, lance a lance, Náutico x Londrina

Marcos enaltece Libertadores de 2009 do Sport: 'tinha mais chances de chegar à conquista'
Futebol

Marcos enaltece Libertadores de 2009 do Sport: 'tinha mais chances de chegar à conquista'