Breno Calixto: "Temos de lutar até o fim"

Defensor fez um discurso otimista, apesar de situação do Náutico ter se complicado ainda mais na Série B

Breno já marcou um gol pelo Náutico na Série B 2017Breno já marcou um gol pelo Náutico na Série B 2017 - Foto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Os cálculos do Náutico já eram complicados. Uma vitória contra o ABC, nesta sexta-feira, no estádio Lacerdão, em Caruaru, se fazia necessária. Mas ela não aconteceu. E o rebaixamento para a Série C se aproxima cada vez mais do futuro alvirrubro. Após o jogo, no entanto, o zagueiro Breno Calixto fez questão de falar. Segundo ele, é neste momento que um jogador tem de dar a cara pra bater. O discurso de confiança em uma reversão deste cenário esteve presente, mesmo que o próprio atleta ache difícil.

“É difícil falar nessas horas. Mas temos de ser homens. Estamos defendendo a camisa do Náutico, então temos de lutar até o fim. Até existir chance, vamos lutar. Chegou a hora de sermos homens de verdade. Aqui não tem nenhum menino”, disse o jogador, que voltou a campo após lesão.

Breno Calixto também fez questão de pedir o apoio do torcedor. Nos minutos finais do jogo, alguns alvirrubros saíram das arquibancadas e invadiram o campo. “Eu sei que a torcida está chateada. Mas precisamos deles neste momento. Sabemos que é difícil, mas ainda não é impossível. E vamos lutar até o fim. A gente tem de lutar ate o fim”, completou o atleta.

Na próxima rodada, o Náutico enfrentará o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. A partida acontecerá na terça-feira, às 18h15 (horário do Recife). Para permanecer vivo, o Timbu precisa vencer seis partidas das sete que restam.

Veja também

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses
Olimpíadas

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso
Fórmula 1

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso