A-A+

Brigando pelo título, brasileiros avançam em Pipeline

Ítalo Ferreira, Gabriel Medina e Felipe Toledo se classificaram para o round 3 e esquentam briga pelo título

Gabriel Medina teve performance quase perfeita em PipelineGabriel Medina teve performance quase perfeita em Pipeline - Foto: AFP

Na briga pelo título mundial da WSL em 2019, Ítalo Ferreira, Medina e Filipe Toledo começaram a última etapa do Circuito Mundial com bons resultados, nesta terça-feira (10), em Pipeline, no Havaí. Líder do ranking, Ítalo terminou sua bateria na segunda posição, enquanto seus compatriotas venceram seus compromissos no round 1.

Dos brasileiros que brigam pelo título, Filipinho foi o primeiro a cair na água. O surfista de 24 anos obteve 11.93 e superou o paulista Deivid Silva - segundo com 5.10, além de Ricardo Christie, da Nova Zelândia, que errou bastante e somou apenas 2.77.

A performance brilhante do dia em Pipeline ficou para Gabriel Medina. Com dois bons tubos, o bicampeão somou 17.30 e levou a bateria 5. Ele derrotou o brazuca Willian Cardoso e o havaiano Imaikalani deVault. Ambos marcaram 7.56 e 6.10, respectivamente.

Apesar de liderar toda a bateria, Ítalo Ferreira acabou sendo surpreendido pelo havaiano Billy Kemper. Líder do ranking, o surfista potiguar viu o rival pegar um belo tubo no fim e receber 9.40 pontos - chegando a 15.63 no final. Ítalo ficou na segunda colocação com 10.67 e também avançou de forma direta para o round 3. Com a nota de 5.60, o também brasileiro Michael Rodrigues foi para a repescagem.

Leia também:
Italo leva prêmio de melhor surfista do ano no 'Surfer Awards 2019'
Por título, Italo reprograma agenda e amplia foco


Além do trio do Brazilian Storm, outros dois estrangeiros que brigam pelo título mundial também avançaram ao round 3. São eles o sul-africano Jordy Smith e o americano Kolohe Andino.

Veja também

Caso Pedro Henrique: STJD arquiva denúncia contra o Sport
Futebol

Caso Pedro Henrique: STJD arquiva denúncia contra o Sport

Em vídeo emocionado, jogador australiano se assume homossexual: "Quero inspirar"
FUTEBOL

Em vídeo emocionado, jogador australiano se assume homossexual e faz história