Brocador e Guilherme formam a dupla dinâmica do Sport

Atletas marcaram 20 dos 32 gols do Leão na Série B, numa participação de 62% dos tentos leoninos na Segundona

Guilherme marcou o gol da vitória rubro-negra sobre o CRB na Ilha do RetiroGuilherme marcou o gol da vitória rubro-negra sobre o CRB na Ilha do Retiro - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Na história do futebol, são muitas as duplas que marcaram época. Pelé/Garrincha, Bebeto/Romário, Rivaldo/Ronaldo Fenômeno... Esses são alguns exemplos das que brilharam com a camisa da Seleção Brasileira, por exemplo. Com as devidas proporções, claro, a Praça da Bandeira parece já ter eleito a sua dupla dinâmica.

Ao contrário do que se desenhava nos primeiros meses da temporada, quando Ezequiel largou na frente, as coisas parecem bem definidas agora com Guilherme e Hernane Brocador sendo as principais armas ofensivas do Sport na Série B. Dos 32 gols marcados pela equipe na competição em 25 rodadas disputadas, 20 deles, ou 62,5%, saíram dos pés da dupla.

Leia também:
Absolvido pelo STJD, Élton é opção no Sport ante Operário/PR
Atento ao mercado, Sport confirma acerto com Bruno Peres
Sport soma aproveitamento semelhante como mandante e visitante

Nesta divisão, Hernane Brocador marcou 11 gols e Guilherme nove. Inclusive, com esse último gol marcado na vitória por 2x1 diante do Londrina, na última terça-feira, Hernane alcançou Rodrigão, do Coritiba, e agora divide a artilharia geral da Série B. O Sport nunca teve um artilheiro na história da Segundona, com o atacante podendo entrar de vez para na memória dos rubro-negros.

A sintonia da dupla é tão forte que nem mesmo essa briga particular do Brocador afetou na decisão sobre quem iria bater o pênalti que selou a vitória leonina na última rodada. "Eu tinha me desgastado muito no jogo e já tinha puxado um pouco a perna. Guilherme conversou comigo e disse "Broca, posso bater o pênalti?”“. Eu falei que podia, mas só se fizesse o gol e me abraçasse. Sabia que podia passar o artilheiro, mas restam muitos jogos e aqui é um grupo", analisou o Brocador, em entrevista ao Globoesporte.com.

Na preparação para o duelo de amanhã, contra o Operário/PR, o artilheiro rubro-negro não treinou, dando um susto na torcida. Porém, a decisão foi apenas para poupar o atleta por conta do desgaste muscular. Segundo a expectativa do Departamento Médico, ele não deve ser problema para o duelo deste final de semana. Já o seu reserva imediato Élton também não treinou com o restante do grupo, mas ficou realizando um reforço muscular específico. Ele ainda comemorou ontem a absolvição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão contra o Atlético/GO.

No último treinamento leonino antes de encarar a equipe paranaense, que também será de portões fechados, Guto Ferreira deve realizar apenas uma alteração na equipe titular. Retornando de suspensão, o volante Charles deve reassumir a vaga ao lado de Willian Farias, com Yago ficando como opção no banco de reservas.

Veja também

Louzer celebra classificação, mas diz que equipe saiu insatisfeita com desempenho
Sport

Louzer celebra classificação, mas diz que equipe saiu insatisfeita com desempenho

Clássico dos Clássicos na final garante presença do Náutico no Nordestão 2022
Futebol

Clássico dos Clássicos na final garante presença do Náutico no Nordestão 2022