Brocador e Guilherme formam a dupla dinâmica do Sport

Atletas marcaram 20 dos 32 gols do Leão na Série B, numa participação de 62% dos tentos leoninos na Segundona

Guilherme marcou o gol da vitória rubro-negra sobre o CRB na Ilha do RetiroGuilherme marcou o gol da vitória rubro-negra sobre o CRB na Ilha do Retiro - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Na história do futebol, são muitas as duplas que marcaram época. Pelé/Garrincha, Bebeto/Romário, Rivaldo/Ronaldo Fenômeno... Esses são alguns exemplos das que brilharam com a camisa da Seleção Brasileira, por exemplo. Com as devidas proporções, claro, a Praça da Bandeira parece já ter eleito a sua dupla dinâmica.

Ao contrário do que se desenhava nos primeiros meses da temporada, quando Ezequiel largou na frente, as coisas parecem bem definidas agora com Guilherme e Hernane Brocador sendo as principais armas ofensivas do Sport na Série B. Dos 32 gols marcados pela equipe na competição em 25 rodadas disputadas, 20 deles, ou 62,5%, saíram dos pés da dupla.

Leia também:
Absolvido pelo STJD, Élton é opção no Sport ante Operário/PR
Atento ao mercado, Sport confirma acerto com Bruno Peres
Sport soma aproveitamento semelhante como mandante e visitante

Nesta divisão, Hernane Brocador marcou 11 gols e Guilherme nove. Inclusive, com esse último gol marcado na vitória por 2x1 diante do Londrina, na última terça-feira, Hernane alcançou Rodrigão, do Coritiba, e agora divide a artilharia geral da Série B. O Sport nunca teve um artilheiro na história da Segundona, com o atacante podendo entrar de vez para na memória dos rubro-negros.

A sintonia da dupla é tão forte que nem mesmo essa briga particular do Brocador afetou na decisão sobre quem iria bater o pênalti que selou a vitória leonina na última rodada. "Eu tinha me desgastado muito no jogo e já tinha puxado um pouco a perna. Guilherme conversou comigo e disse "Broca, posso bater o pênalti?”“. Eu falei que podia, mas só se fizesse o gol e me abraçasse. Sabia que podia passar o artilheiro, mas restam muitos jogos e aqui é um grupo", analisou o Brocador, em entrevista ao Globoesporte.com.

Na preparação para o duelo de amanhã, contra o Operário/PR, o artilheiro rubro-negro não treinou, dando um susto na torcida. Porém, a decisão foi apenas para poupar o atleta por conta do desgaste muscular. Segundo a expectativa do Departamento Médico, ele não deve ser problema para o duelo deste final de semana. Já o seu reserva imediato Élton também não treinou com o restante do grupo, mas ficou realizando um reforço muscular específico. Ele ainda comemorou ontem a absolvição no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão contra o Atlético/GO.

No último treinamento leonino antes de encarar a equipe paranaense, que também será de portões fechados, Guto Ferreira deve realizar apenas uma alteração na equipe titular. Retornando de suspensão, o volante Charles deve reassumir a vaga ao lado de Willian Farias, com Yago ficando como opção no banco de reservas.

Veja também

Djokovic vence algoz de Nadal e conquista 2º título após retorno do tênis
Tênis

Djokovic vence algoz de Nadal e conquista 2º título após retorno do tênis

Dirigentes do Goiás desconversam sobre interesse em Barcia
Futebol

Dirigentes do Goiás desconversam sobre interesse em Barcia