A-A+

Bruno Henrique é eleito o Craque do Brasileiro; Millene vence no feminino

Bruno Henrique passou por uma cirurgia no olho no ano passado, enquanto ainda defendia o Santos. Contratado nesta temporada pelo Flamengo, destacou-se nas conquistas do Brasileiro e da Copa Libertadores

Bruno Henrique comemora gol pelo FlamengoBruno Henrique comemora gol pelo Flamengo - Foto: Divulgação/Flamengo

O atacante Bruno Henrique, do Flamengo, recebeu nesta segunda-feira (9) o prêmio de Craque do Campeonato Brasileiro de 2019. Entre as mulheres, a atacante Millene, do Corinthians, vice-campeão do Nacional, ficou com a honraria.

Ambos receberam o troféu em cerimônia realizada no Rio de Janeiro.

"Vou lembrar com muito carinho depois de um 2018 muito ruim, com muitas lesões. Agora estou aqui representando o Flamengo. Não é uma conquista minha, mas de todos meus companheiros. Nem sei o que me colocou de volta ao futebol realmente depois de um ano muito difícil", afirmou Bruno Henrique no palco.

Leia também:
Flamengo domina seleção Bola de Prata 2019
Disputa do Mundial adia futuro de Gabigol e Jesus no Flamengo

Bruno Henrique passou por uma cirurgia no olho no ano passado, enquanto ainda defendia o Santos. Contratado nesta temporada pelo Flamengo, destacou-se nas conquistas do Brasileiro e da Copa Libertadores.

Millene, também visivelmente emocionada, relembrou a trajetória até chegar ao prêmio. "Estou muito feliz. Você [Lázaro Ramos] me fez lembrar de o quanto foi difícil para chegar aqui", disse ao apresentador da premiação, que comentou sobre a história da atleta, ainda durante a infância no Maranhão.

Bruno Henrique terminou o Brasileiro como vice-artilheiro, anotando 21 gols durante a disputa. Millene, por outro lado, liderou a tabela de goleadoras com 19 tentos anotados com a camisa corintiana.

Veja também

SDS garante presença de segurança pública nos estádios
Futebol

SDS garante presença de segurança pública nos estádios

Pregando discurso apaziguador, presidente interino e CEO são apresentados no Arruda
Futebol

Pregando discurso apaziguador, presidente interino e CEO são apresentados no Arruda