Bryan cita perda de entrosamento em paralisação de jogos

Lateral-direito citou que tem feito trabalhos em casa para manter a forma física durante o período de suspensão dos campeonatos

BryanBryan - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Dos vários pontos prejudiciais aos atletas na paralisação dos campeonatos, provocada pela pandemia do novo coronavírus, a queda no entrosamento é um deles. Sabendo disso, o lateral-direito do Náutico, Bryan, alertou para o problema, mas mantém otimismo de que o grupo conseguirá superar essa barreira assim que os jogos recomeçarem.

"Essa paralisação atrapalhou todos nós. Os atletas vão manter a forma porque estão trabalhando em casa e dando seu melhor, mas vamos perder um pouco o entrosamento. Mesmo assim, nosso grupo é bem fechado e vai recuperar isso o mais rápido possível", afirmou o jogador. Desde o dia 17 de março, os alvirrubros estão treinando em casa e, no dia 1º de abril, eles iniciaram o período de férias. Mesmo assim, a assessoria de imprensa do clube informou que os jogadores continuarão seguindo a cartilha de exercícios passada pela preparação física.

Bryan também reforçou os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19. "É importante seguir as instruções dos órgãos de saúde, lavando bem as mãos e usando o álcool em gel. Precisamos nos prevenir para não nos contaminarmos ou contaminar nossa família", frisou.

Leia também:
Luanderson relata período de treinos em casa: 'Não é a mesma coisa'
Camutanga relata período de recuperação e ansiedade em voltar a jogar

Veja também

Primeira semana de Olimpíadas é cruel com suas grandes estrelas
Jogos de Tóquio

Primeira semana de Olimpíadas é cruel com suas grandes estrelas

Marcus D'Almeida é eliminado nas oitavas do tiro com arco nos Jogos de Tóquio
Olimpíada

Marcus D'Almeida é eliminado nas oitavas do tiro com arco nos Jogos de Tóquio