Cal espera se firmar entre os titulares do Náutico

Jogador destacou que pode atuar tanto como volante como meio-campo

O PL 306 proíbe a compra de veículos a combustão a partir de 2022 e a permanência desse tipo de automóvel em Fernando de Noronha fica autorizada até 2030.O PL 306 proíbe a compra de veículos a combustão a partir de 2022 e a permanência desse tipo de automóvel em Fernando de Noronha fica autorizada até 2030. - Foto: Divulgação

Ao escutar a entrevista do volante Cal, algum desavisado poderia pensar que se trata de um jogador experiente. A segurança na hora de falar, a clareza nas ideias e a personalidade forte na hora de definir suas metas chega a ser surpreendente para um atleta de apenas 20 anos. Uma das promessas do Timbu para a temporada 2017, o atleta elogiou o técnico Dado Cavalcanti e espera se firmar entre os titulares para ajudar o clube na briga por títulos. Confira trechos da entrevista com Cal.

Dado Cavalcanti


Acredito que Dado é um treinador moderno, que implementa técnicas como a do treinamento reduzido, com curto período de tempo e de forma mais intensa. Com isso, o time evolui muito no padrão de jogo e na parte tática. Dado é um treinador muito participativo. Quando ele acha o erro, ele corrige na hora. Gosto de técnico assim.

Concorrência com a chegada dos reforços

O grupo precisa ser forte por conta das competições que vai enfrentar. Eu tenho que ganhar espaço treinando. Tomara que o Náutico contrate mais meias e volantes para que a gente chegue forte no Pernambucano e nos outros campeonatos que vamos disputar.

Aproveitamento da base

Pela filosofia do clube, sabemos que os jogadores que sobem da base devem chegar preparados. Douglas Santos, Joazi e Jefferson Nem aproveitaram as oportunidades e comigo não pode ser diferente. Tenho que mostrar qualidade para, com o tempo, me fixar no time.

Utilização como volante e meia

Na verdade, fiz minha base toda como meia. Em 2013, comecei a ser utilizado como volante. São duas posições que me adapto bem, mas eu acredito que tenho mais qualidade para jogar de meio-campo. Fico mais próximo ao gol, com qualidade de passe. Para mim e para o Náutico, acho que eu seria mais bem utilizado no meio-campo. Mas também posso ser utilizado mais atrás.

Comparação com Vinícius

Cada jogador tem sua característica. Não posso ser uma espécie Vinícius. Tenho que entrar e ser o “Cal”. Preciso jogar com meu jeito e fazer o que eu fazia na base, dando passe e fazendo gol. Se for com relação às características, tudo bem, eu posso fazer isso. Mas não gosto de fazer comparações. Só espero chegar e fazer meu jogo. Não acredito muito na oportunidade da vida. A chance é todo dia e você evolui com as oportunidades.

Veja também

Pepê Gonçalves sofre três punições e fica fora da final na canoagem em Tóquio
Jogos Olímpicos

Pepê Gonçalves sofre três punições e fica fora da final na canoagem em Tóquio

Keno Marley perde luta e chance de conquistar primeira medalha olímpica
Jogos Olímpicos

Keno Marley perde luta e chance de conquistar primeira medalha olímpica