Cambista é detido nas bilheterias dos Aflitos

Homem foi pego em flagrante com cerca de dez ingressos para a partida deste domingo, entre Náutico e Central

Cambista detido nos arredores dos AflitosCambista detido nos arredores dos Aflitos - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

A expectativa para o segundo jogo da final do Campeonato Pernambucano está grande, principalmente por parte da torcida do Náutico. Tanto que todos os 38.800 ingressos disponibilizados para os alvirrubros foram comercializados com antecedência. Sem bilhetes sendo vendidos oficialmente, a alternativa para alguns torcedores do Timbu têm sido os cambistas.

Na tarde desta quarta-feira (4), um cambista foi preso com posse de dez ingressos, na Rua da Angustura, próxima ao setor de bilheteria do Estádio Eládio de Barros Carvalho. A ação foi realizada pela Core (Coordenadoria de Operações Especiais da Polícia Civil de Pernambuco). Em frente às bilheterias do Estádio dos Aflitos, cerca de dez pessoas comercializavam ingressos para a decisão, com preços que variavam de R$ 60 a R$ 100 para vários setores da Arena de Pernambuco.

A reportagem tentou conversar com os policiais que efetuaram a prisão, mas eles não quiseram dar detalhes da operação. Limitaram-se a dizer que estão sendo realizadas várias ações de inteligência, não só no entorno dos Aflitos, para conter a venda ilegal de ingressos. “Estamos trabalhando, mas, por enquanto, não podemos divulgar muita coisa”, disse o delegado Joel Venâncio, titular da Core.

Leia também:
Náutico tem espinha dorsal em meio a rodízio no elenco
Náutico volta a mostrar força como mandante em 2018

Ele informou que nesta quinta-feira (5) serão divulgados mais detalhes sobre a prisão e as ações da polícia para conter a atuação dos cambistas. Vale lembrar que de acordo com o Estatuto do Torcedor, fornecer, desviar ou facilitar ingressos por preço superior ao estampado no bilhete é crime, e tem como pena a reclusão de dois a quatro anos.

Vice-presidente executivo do Náutico, Diógenes Braga repudiou as ações dos cambistas e disse que o clube está tomando todas as medidas possíveis para impedir essas ações. "Temos avisado a polícia. O que está ao nosso alcance a gente faz. Os problemas com cambistas existem há muitos e muitos anos, tem cambistas até em final de Copa do Mundo. Então fazemos o que podemos", comentou.

Central
Assim como a torcida alvirrubra, os centralinos também esgotaram rapidamente os ingressos. De acordo com Clóvis Lacerda, presidente do clube, foram disponibilizados 4.000 bilhetes para Caruaru, sendo 1.300 para um shopping, 1.300 para outro (estes a cargo do Náutico) e 1.400 para o Lacerdão. "Queríamos no mínimo 9 mil ingressos, mas eles foram de acordo com a lei, apenas nos 10%", disse Clóvis.

Veja também

Eliminatórias: Confira datas e horários das próximas rodadas
Eliminatórias da Copa

Confira datas e horários das próximas rodadas

Jair ganha opções dentro do elenco do Sport
Sport

Jair ganha opções dentro do elenco do Sport