Campeã paralímpica morre por meio de eutanásia

Na competição de Londres, a belga garantiu uma medalha de ouro histórica. Quatro anos depois, no Brasil, garantiu a medalha de prata

Marieke Vervoort tinha uma doença muscular degenerativa e morreu por meio de eutanásiaMarieke Vervoort tinha uma doença muscular degenerativa e morreu por meio de eutanásia - Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

A paratleta Marieke Vervoort, que disputou os Jogos Paraolímpicos de 2012, em Londres, e de 2016, no Rio, morreu nessa terça (22) aos 40 anos por meio de uma eutanásia.

Vervoort tomou a decisão em 2008, quando já travava uma batalha contra uma doença muscular degenerativa. Na Bélgica - país de origem da paratleta -, este procedimento é considerado legal.

Há quatro dias, ela publicou nas redes sociais a sua última mensagem: "Não podemos esquecer as boas memórias", disse Vervoort na legenda da foto, que mostra ela em uma prova de velocidade em cadeira de rodas, sua especialidade.

Leia também:
Boxeador americano morre após sofrer lesões em luta
Morre Luiz Lacerda, ex-presidente do Central
Ex-lutadora de MMA morre após sofrer um aneurisma

Na competição de Londres, a belga garantiu uma medalha de ouro histórica. Quatro anos depois, no Brasil, garantiu outra premiação -desta vez, a medalha de prata. Na edição de 2016, aliás, ela falou sobre a dificuldade para viver. "É uma dor ininterrupta de uma doença espinhal degenerativa e incurável. É muito difícil para o meu corpo. Em cada treinamento, sofro por causa da dor. E em toda corrida eu treino duro".

Veja também

Decisivo na semifinal, Maidana completará 50 jogos pelo Sport, ante o Náutico
Sport

Decisivo na semifinal, Maidana completará 50 jogos pelo Sport, ante o Náutico

Santa fará pré-temporada de 10 dias, em Aldeia
Futebol

Santa fará pré-temporada de 10 dias, em Aldeia