Campeã paralímpica morre por meio de eutanásia

Na competição de Londres, a belga garantiu uma medalha de ouro histórica. Quatro anos depois, no Brasil, garantiu a medalha de prata

Marieke Vervoort tinha uma doença muscular degenerativa e morreu por meio de eutanásiaMarieke Vervoort tinha uma doença muscular degenerativa e morreu por meio de eutanásia - Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP

A paratleta Marieke Vervoort, que disputou os Jogos Paraolímpicos de 2012, em Londres, e de 2016, no Rio, morreu nessa terça (22) aos 40 anos por meio de uma eutanásia.

Vervoort tomou a decisão em 2008, quando já travava uma batalha contra uma doença muscular degenerativa. Na Bélgica - país de origem da paratleta -, este procedimento é considerado legal.

Há quatro dias, ela publicou nas redes sociais a sua última mensagem: "Não podemos esquecer as boas memórias", disse Vervoort na legenda da foto, que mostra ela em uma prova de velocidade em cadeira de rodas, sua especialidade.

Leia também:
Boxeador americano morre após sofrer lesões em luta
Morre Luiz Lacerda, ex-presidente do Central
Ex-lutadora de MMA morre após sofrer um aneurisma

Na competição de Londres, a belga garantiu uma medalha de ouro histórica. Quatro anos depois, no Brasil, garantiu outra premiação -desta vez, a medalha de prata. Na edição de 2016, aliás, ela falou sobre a dificuldade para viver. "É uma dor ininterrupta de uma doença espinhal degenerativa e incurável. É muito difícil para o meu corpo. Em cada treinamento, sofro por causa da dor. E em toda corrida eu treino duro".

Veja também

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'
Náutico

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa
Série B

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa