Campeão de etapa que teve tubarões pede mais segurança

Krystian Kymerson afirmou que atletas ficaram chocados com presença de tubarões e acredita que episódio pode servir para reforçar segurança das competições no Brasil.

Krystian Kymerson ficou chocado com aparição de tubarõesKrystian Kymerson ficou chocado com aparição de tubarões - Foto: Pedro Monteiro/Abrasp

A aparição de dois tubarões na praia da Barra da Tijuca durante a etapa do Rio Surf Pro Brasil, no último domingo (6), foi uma surpresa para todos os competidores. O campeão Krystian Kymerson afirmou que os atletas ficaram chocados com a presença dos animais e acredita que o episódio pode servir como alerta para a melhoria da segurança das competições no Brasil.

Leia também:
Medina relata presença de tubarões em Margaret River
WSL cacela etapa de Margaret River após incidentes com tubarões
Alerta de tubarão interrompe bateria de Filipe Toledo em J-Bay

"Acabou a bateria da semifinal, ia entrar o feminino, e vieram dois bombeiros dizendo que tinha dois tubarões na água. Ninguém acreditou, porque a gente tinha acabado de sair da água. Foi um choque total. Eu nem sabia que tinha tubarão no Rio de Janeiro. Isso deixou a gente bem surpreso", contou Kymerson à reportagem.

Segundo o surfista, na Austrália, uma sirene toca assim que tubarões tocam em uma rede que demarca a área de competição. "Lá é assim, estrutura de país de primeiro mundo", acrescentou o capixaba. No Rio, um salva-vidas avistou os animais e alertou a equipe de monitoramento, que interrompeu a prova por 20 minutos.

"Poderia ter uma sirene dessas aqui. Mesmo sabendo que é muito raro ter tubarão no Rio, deveria ter. O clima está mudando, e lugares que não tinham tubarão estão começando a ter", comentou o campeão da etapa.

Mesmo vencendo a etapa, Kymerson contou que ficou alerta até o fim da disputa. "Sabia que tinha um cara monitorando no jet-ski, mas a cabeça também estava pensando nos tubarões. Todo mundo ficou preocupado", ele disse.

De volta

A etapa do Rio do Circuito Brasileiro de Surfe foi a primeira que Kymerson disputou neste ano. O atleta está viajando menos por estar sem patrocínio. "Estava meio desanimado com as coisas, mas soube dessa etapa em cima da hora e minha família me apoiou. Agora vou disputar mais uma no Espírito Santos e depois duas do WQS (World Qualifying Series, segunda divisão do surfe mundial) na África e na Califórnia", concluiu o capixaba.

 

Veja também

Acompanhe todos os lances de Sport x Grêmio, pela Série A do Campeonato Brasileiro
SÉRIE A

Acompanhe todos os lances de Sport x Grêmio, pela Série A do Campeonato Brasileiro

Por indisciplina, Mikael é cortado de partida e multado pelo clube
Sport

Por indisciplina, Mikael é cortado de partida e multado pelo clube