Candidato no Sport, Milton Bivar apresenta suas propostas

Postulante pela chapa "Sport do Povo", Milton Bivar concedeu entrevista á Folha e detalhou seu planejamento caso eleito

Chapa "Sport do Povo" foi lançada nesta terça-feira (27), no Sport. Chapa "Sport do Povo" foi lançada nesta terça-feira (27), no Sport.  - Foto: Paullo Allmeida/FolhaPE

Na próxima terça-feira, o Sport terá uma das eleições mais importantes de sua história. O empresário Milton Bivar e o advogado Eduardo Carvalho disputam a presidência executiva do clube, com ambos se apresentando como candidatos de oposição, uma vez que a situação decidiu não lançar uma chapa. Rebaixada recentemente à Série B do Brasileiro, a agremiação chegou a este fim de temporada com débitos acumulados com o elenco e corpo funcional e ainda enfrentará uma brutal queda de receita a partir do ano que vem, pois deixará de contar com a verba destinada aos clubes que disputam a Série A - cerca de R$ 45 milhões. Esse valor cai para aproximadamente R$ 8 milhões devido ao rebaixamento. A reportagem da Folha de Pernambuco enviou para os dois candidatos sete perguntas idênticas e, nesta edição, publica as respostas.

Qual a sua ideia e composição para o Departamento de Futebol? Haverá executivo remunerado?
Milton -
Sim, haverá um executivo de futebol. A nossa ideia para composição do departamento de futebol é integrar o departamento amador e o futebol de salão, com o futebol profissional. Teremos um coordenador geral, que fará a sinergia de todos os departamentos.

Em relação às finanças, qual será a prioridade: pagar os atrasados ou contratar? A folha do elenco vai girar em torno de quanto?
Milton -
Anda estamos analisando todos os números. O futebol é o nosso carro chefe, e precisamos de um time para começar o Estadual. O Sub-23 será acionado de imediato para começar a competição. Os profissionais que detêm contrato com o clube e estiverem em nossa realidade financeira, serão reintegrados após as férias. Os demais que estiverem fora de nossa realidade, negociaremos caso a caso. E quanto aos reforços, só depois de sabermos quanto será a folha paralela que será criada com os dispensados.

O Sport está desunido? Caso esteja, como fazer para retomar essa união?
Milton -
Não. O Sport poderia estar fechado (restrito) a um determinado grupo. Mas, desunido nunca esteve. .

Como será a sua relação com a Torcida Jovem?
Milton -
A Jovem é impedida pela justiça de frequentar o nosso estádio, e nós cumpriremos a lei. Mas precisamos voltar a fazer a Ilha ter aquele ambiente que sempre nos favoreceu.

O senhor é a favor que o Sport retorne à Copa do Nordeste?
Milton -
Sim. Inclusive já conversamos com o presidente da Liga do Nordeste e, caso ganhemos as eleições, externaremos nosso desejo através de ofício.

Qual o planejamento para os sócios do Sport?
Milton -
Nosso sócio e torcedor está carente. Acesso, segurança, produtos, experiências. Tudo precisa ser melhorado. O nosso torcedor, e sobretudo nosso sócio, são prioridades.

Por que o torcedor deve votar no senhor?
Milton -
Olha, eu poderia viver do meu passado, que avalio como vitorioso, em nosso clube. Tenho minha vida financeira estabelecida. Poderia estar pescando. Mas meu amor ao clube não me permite isso. Essa gestão será feita por verdadeiros leões.

Veja também

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa
Série A

Sport pouco produz e perde para o Juventude fora de casa

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B
Náutico

Hélio se diz "muito satisfeito" e destaca personalidade da equipe em nova vitória na Série B