Futebol

Candidatos à presidência do Náutico se posicionam sobre Hélio dos Anjos

Treinador tem contrato com o Timbu até 2022, mas move ação por conta de dívidas não pagas pelo clube

Hélio dos Anjos, treinador do NáuticoHélio dos Anjos, treinador do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

Em entrevista recente, o técnico do Náutico, Hélio dos Anjos, destacou que o clube deveria começar a planejar o futebol em 2022 antes mesmo da definição de quem será o novo presidente – o Timbu terá, no dia 5 de dezembro, um pleito para escolher quem assumirá o cargo máximo do Executivo no biênio 2022-2023. Decisão que passa diretamente também pela escolha de quem será o comandante dos pernambucanos.

Hélio tem contrato com o Náutico até 2022, mas a permanência do profissional pode ser afetada por fatores externos. Como, por exemplo, o fato de ele mover uma ação contra o clube, ocasionada por uma dívida que o Timbu ainda não quitou referente a salários e premiações.  

Sobre a permanência de Hélio, há uma unanimidade entre os candidatos à presidência do Náutico. Todos querem o profissional para a próxima temporada.  “Contamos com ele para 2022”, frisou o atual vice de futebol e candidato pela situação, Diógenes Braga. 

"Conversei com Hélio e pedi desculpas (por conta da dívida). Estávamos correndo muito para buscar recursos. Esperávamos que o público voltasse antes, com percentual melhor de lotação. Pernambuco demorou um pouco mais nesse sentido e isso complicou financeiramente. Mas já tivemos um entendimento", ressaltou.

Ex-vice-presidente jurídico e candidato pela oposição, Bruno Becker também elogiou o comandante. "Acredito no trabalho de Hélio. Não somente ele como toda a comissão. Eles provaram que são capazes de seguir um bom rumo no clube. Óbvio que precisa de ajuste. A discussão é: quem está no grupo consegue suportar esse ajuste para trilhar o caminho de êxito? Entendo que Hélio e a comissão conseguem. A solução não passa por uma mudança de nomes”, salientou.

Também concorrendo por um bloco de oposição, Plínio Albuquerque ratificou que, em caso de vitória, não haverá desejo inicialmente da troca de comando. "Vamos montar um elenco forte, com a participação do nosso treinador, que é Hélio dos Anjos. Não só porque ele tem contrato, mas porque a gente tem convicção que ele é um treinador que tem a cara do Náutico, de intensidade", frisou.

 

Veja também

Nome do Robinho sai no BID, mas Timbu segue sem quarteto regularizadoFutebol

Nome do Robinho sai no BID, mas Timbu segue sem quarteto regularizado

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetroRio de Janeiro

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetro