Campeonato Pernambucano

Capítulo final: Na Arena, Retrô e Náutico se enfrentam pelo título do Pernambucano 2022

Enquanto o Timbu busca reverter resultado negativo, a Fênix joga pelo empate para ficar com o troféu

No primeiro encontro da final, Retrô venceu o Náutico por 1x0, nos AflitosNo primeiro encontro da final, Retrô venceu o Náutico por 1x0, nos Aflitos - Foto: Tiago Caldas/CNC

Momento de fazer história para um. Dia de colocar mais um título na galeria para o outro. Assim será o sábado para torcedores de Retrô e Náutico. Após a Fênix levar a melhor sobre o Timbu, nos Aflitos, no encontro de ida, as equipes voltam a se enfrentar às 16h40, na Arena de Pernambuco, para decidir quem ficará com o título do Campeonato Pernambucano 2022. Por ter construído a vantagem no primeiro duelo, o time de Camaragibe joga pelo empate para ficar com o troféu. Já o Alvirrubro necessita vencer por dois gols de diferença para conquistar o bicampeonato. Um triunfo dos visitantes por um tento de diferença leva a final para os pênaltis

Com apenas seis anos de criação e três atuando na elite do futebol estadual, o Retrô não tem se deixado levar pela vantagem construída no embate realizado nos Aflitos na última semana. Em entrevista concedida à assessoria de comunicação do clube, o técnico Dico Woolley ressaltou as possibilidades da conquista do título inédito, mas deixou claro que seu time está com os "pés no chão."

"Estamos com os pés no chão. Sabemos que a dificuldade é grande, que o jogo será mutio difícil. Mas também sabemos que temos totais condições de vencer, pois nos preparamos bem, estamos motivados e confiantes, podemos fazer mais uma grande partida. Temos ciência que esse título tem tudo para ficar com o Retrô", enfatizou. 

Do lado alvirrubro, a torcida se enche de esperanças, principalmente pelos resultados conseguidos entre as duas partidas da decisão do Pernambucano. O elenco comandado por Roberto Fernandes somou duas vitórias - contra Operário e CRB -, pela Série B, que elevaram o nível de confiança da equipe, visando uma virada no placar agregado da final. Lembrando o fato de os dois times terem se enfrentado duas vezes na temporada, o treinador do Náutico acredita que, apesar do bom momento do Timbu, o título será decidido nos detalhes. 

"As equipes se conhecem bem. Todos sabem os defeitos e virtudes de ambos os lados. Nós temos que ficar atentos aos detalhes, pois será um jogo decidido desta forma, como a maioria das finais. Não acredito em nada de muito diferente de nenhum dos lados, apenas os detalhes. Acredito que eles estão guardando as surpresas deles a sete chaves, assim como nós também. Será um jogo equilibrado, o Retrô levou vantagem nos dois jogos anteriores, e o Náutico terá que ter um algo a mais para sair com o objetivo de campo", ressaltou Roberto. 

Ficha técnica

Retrô
Jean; Pedro Costa, Guilherme Paraíba, Renan Dutra e Mayk; Charles, Yuri e Gelson; Radsley, Renato Henrique e Gustavo Ermel. Técnico: Dico Woolley.

Náutico
Perri; Hereda, Camutanga, Carlão (Bruno Bispo) e Júnior Tavares; Djavan, Rhaldney e Jean Carlos; Ewandro, Léo Passos e Robinho (Leandro Carvalho). Técnico: Roberto Fernandes.

Estádio: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Horário: 16h40
Árbitra: Deborah Cecilia Cruz Correia
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Bruno César Chaves Vieira
Transmissão: Globo e Premiere.

Veja também

CBF define data e horário do sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil; confira
Copa do Brasil

CBF define data e horário do sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil; confira

Sede da próxima Copa do Mundo, Estados Unidos tem balanço negativo após evento-teste
Futebol

Sede da próxima Copa do Mundo, Estados Unidos tem balanço negativo após evento-teste

Newsletter