Cauteloso, Sport recebe o lanterna Atlético-GO

Leão encara o pior time do Brasileirão 2017 até aqui, nesta quinta-feira (20), na Ilha do Retiro

Sport X Atlético-PRSport X Atlético-PR - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

"Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém". Baseado neste dito popular, o zelo pela prudência pode ser ingrediente fundamental para o Sport, que encara nesta quinta-feira (20), na Ilha do Retiro, o Atlético/GO, lanterna do Brasileirão 2017. Marcado para começar às 20h, o confronto diante do último colocado teria tudo para ser um jogo fácil, com uma vitória tranquila dos mandantes. Porém, tudo isso na teoria.

Na prática, o futebol tem mostrado continuar sendo uma modalidade recheada de surpresas, que ignora qualquer lógica, e nos últimos anos o Leão tem mostrado dificuldade quando encara os times que estão mal das pernas. Ciente desse ar traiçoeiro que carrega um confronto desse porte, o treinador Vanderlei Luxemburgo concentrou parte da sua conversa com os atletas ontem, no CT José Médicis, para ligar o alerta para o duelo de logo mais. Como referência, dos outros três times que ocupam a zona de rebaixamento, os leoninos não venceram nenhum deles nesta Série A, tendo empatado com o São Paulo e perdido para Avaí e Vitória.

Toda essa preocupação em conseguir vencer o lanterna não é em vão. Chegada a reta final da primeira metade da competição, o Leão já começa a fazer os seus cálculos e traçar as suas metas para os próximos cinco jogos restantes do Turno, quando Luxemburgo afirmou que pretende vencer, no mínimo, três para assim terminar com 30 pontos. Para dar um passo gigante para alcançar esse objetivo sem maiores sustos, fazer o dever de casa é fundamental, já que o time terá três compromissos como anfitrião até a mudança para o Returno (Atlético/GO, Palmeiras e Fluminense).

"Vencer o Atlético é obrigação para um time que joga em casa e quer luta na parte de cima da tabela, com todo o respeito ao adversário. O professor Vanderlei (Luxemburgo) nos alertou sobre ter seriedade, de não entrar na nossa cabeça que o lanterna vai ser fácil de ganhar. E essa fama (de se complicar contra times em pior situação na classificação) ficou no passado", garantiu o meia Everton Felipe, que vive excelente fase no Sport, tendo passado a ser peça importante no esquema do atual time.

Para este confronto, o Sport não contará com Magrão e Osvaldo. Apesar dos esforços do Departamento Médico, o goleiro e o atacante não se recuperaram das lesões musculares e agora os médicos rubro-negros correm para tentar deixá-los aptos para encarar o Palmeiras, no domingo, na Arena de Pernambuco. Em contrapartida, o zagueiro Ronaldo Alves volta ao time após cumprir suspensão. Durval e Henríquez lutam pela outra vaga.

Atlético/GO
Último colocado, com apenas sete pontos ganhos, o time goiano chega ao Recife para tentar surpreender. Sem vencer há sete jogos, o time comandado por Doriva não vem tendo muito sucesso no seu retorno à elite nacional, amargando um pífio aproveitamento de 19% até agora. Dos nomes mais conhecidos no elenco, o atacante Walter é uma das esperanças do Atlético/GO. Porém, anotou apenas um gol nesta Série A.

FICHA DE JOGO

Sport

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval (Henríquez) e Sander; Patrick, Rithely, Diego Souza, Everton Felipe e Mena; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Atlético/GO
Kléver; André Castro, Roger Carvalho, Gilvan e Breno Lopes; Marcão, Igor, Paulinho e Jorginho; Niltinho e Walter. Técnico: Doriva.

Local: Ilha do Retiro (Recife).
Horário: 20h.
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).
Assistentes: Helcio Araujo Neves e Jose Ricardo Guimaraes Coimbra (ambos do PA). Transmissão: Premiere.

Veja também

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C
Futebol

"Vou pensar se saio ou se fico", diz Felipão após livrar Cruzeiro da Série C

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz
Eleições

Empresário Josenildo Dody confirma pré-candidatura à presidência do Santa Cruz