CBDA suspende todas as atividades aquáticas até 5 de julho

Em meio a pandemia da Covid-19, a Confederação Brasileira de Natação ampliou a paralisação

Jhennifer Conceição foi ouro no CatarJhennifer Conceição foi ouro no Catar - Foto: Reprodução/Instagram

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) suspendeu todas as atividades da modalidade até 5 de julho, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A decisão amplia a paralisação já determinada pela entidade, no último dia 16, que previa a descontinuação das competições em nível nacional e regional por 21 dias.

“Temos um grande desafio pela frente, o de definir o cronograma de atividades aquáticas no curto e no médio prazo, em meio à falta de clareza sobre a duração do isolamento social, ainda não determinada pelas autoridades públicas. (...) A todos os nossos amigos e amigas da comunidade aquática: cuidem da saúde de vocês e dos seus, vamos estar mais fortes quando tudo isso passar”, disse presidente Luiz Fernando Coelho, no comunicado oficial publicado no site da confederação.

Leia também:
Em meio à pandemia do coronavírus, Etiene se diz contra Olimpíada
Fifa adia todos os jogos internacionais previstos para junho


A CBDA é a entidade máxima da natação, maratona aquática, saltos ornamentais, nado artístico e polo aquático. O calendário será revisto futuramente e as datas das competições em âmbito local serão definidas pelas federações estaduais, de acordo com as autoridades de saúde.

Veja também

Seleção feminina de rúgbi se despede dos Jogos com vitória sobre o Japão
OLIMPÍADAS

Seleção feminina de rúgbi se despede dos Jogos com vitória sobre o Japão

Thiago André fica em último em bateria dos 800 m nas Olimpíadas
Jogos Olímpicos

Thiago André fica em último em bateria dos 800 m nas Olimpíadas