CBF aprova inscrição de refugiados fora da cota de estrangeiros

"É uma questão humanitária que preocupa o mundo todo e não poderia ser diferente com o futebol", disse Del Nero

O vice-governador participa do evento que acontece até esta terça (14)O vice-governador participa do evento que acontece até esta terça (14) - Foto: Paullo Almeida

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aprovou em reunião de diretoria, realizada na última segunda (31), uma nova regra para a participação deles nas competições.

A partir do próximo ano, após inclusão no Regulamento Geral de Competições (RGC), os atletas que portarem vistos de refúgio ou humanitário poderão ser registrados como atletas nacionais, não mais fazendo parte da cota de estrangeiros, que atualmente é de cinco por equipe.

"É uma questão humanitária que preocupa o mundo todo e não poderia ser diferente com o futebol. Trata-se de uma medida concreta e necessária que pode representar oportunidades a estes jogadores que chegam sem nenhuma perspectiva à medida em que, prioritariamente, vêm de países sem muita tradição no futebol" avaliou o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

Veja também

Hamilton consegue sua primeira vitória da temporada no GP da Estíria
Fórmula 1

Hamilton consegue sua primeira vitória da temporada no GP da Estíria

Secretaria de Saúde cancela clássico catarinense por risco de contágio
Campeonato Catarinense

Secretaria de Saúde cancela clássico catarinense por risco de contágio