CBF não perdoa campanha ruim e demite Rogério Micale

Fracasso no Sul-Americano e ausência no Mundial pesaram mais do que o ouro olímpico na visão da CBF

Micale foi campeão olímpico com a seleção na Rio 2016Micale foi campeão olímpico com a seleção na Rio 2016 - Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press

A campanha ruim no Campeonato Sul-Americano de futebol sub-20 e o fato de a seleção brasileira não ter conseguido a classificação para o Mundial da categoria pesaram contra o técnico Rogério Micale, demitido do cargo nesta segunda-feira.

Além dele, a Confederação Brasileira de Futebol demitiu ainda o preparador de goleiros, Rogério Maia, e o chefe da captação da base, Paulo Xavier. Antes, já havia sido demitido o coordenador das categorias de base, Erasmo Damiani. Do grupo que esteve no Sul-Americano, saíram ainda dois supervisores.

Edu Gaspar, que também coordena a equipe principal do Brasil, será o responsável por reorganizar a Seleção sub-20. Entre os nomes cotados para assumir o comando técnico da equipe estão Osmar Loss, auxiliar-técnico do Corinthians, e Sylvinho, auxiliar de Tite.

Micale chegou ao comando da equipe como substituto de Alexandre Gallo, que também não tinha conseguido fazer uma boa campanha no Sul-Americano, mas, ainda assim, levou o Brasil ao Mundial. Na Copa do Mundo, já com Micale, a Seleção foi vice-campeã. Outros bons momentos foram nas campanhas que valeram o bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, e o ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Veja também

Patric rescinde contrato com o Sport
Futebol

Patric rescinde contrato com o Sport

Funeral de presidente do Haiti acontece em meio a protestos e dúvidas sobre assassinato
Haiti

Funeral de presidente do Haiti acontece em meio a protestos e dúvidas sobre assassinato