CBF negocia liberação de jogadores de lista preliminar

Se a proibição for mantida, os atletas de clubes brasileiros na lista enviada pela CBF à Fifa vão desfalcar suas equipes pelas próximas seis rodadas do Nacional

Dedé é um dos atletas na lista de 35 da Seleção BrasileiraDedé é um dos atletas na lista de 35 da Seleção Brasileira - Foto: Reprodução/Instagram

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) negocia com a Fifa a liberação de jogadores relacionados por Tite na lista preliminar de convocados para a Copa do Mundo para disputar o Campeonato Brasileiro.

Se a proibição for mantida, os atletas de clubes brasileiros na lista vão desfalcar suas equipes pelas próximas seis rodadas do Nacional.

Nesta quarta-feira (23), segundo o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, a confederação recomendou que o clube não relacionasse meia-atacante Dudu para a partida contra o América-MG, pela Copa do Brasil, por risco de uma punição da Fifa.

As federações nacionais são obrigadas pela entidade que comanda o futebol mundial a apresentar uma lista de 35 jogadores que contenha, além dos convocados para a Copa, outros possíveis suplentes.

A relação ampliada serve para que a Fifa tenha conhecimento dos possíveis substitutos dos 23 convocados caso algum jogador venha a ser cortado por lesão. As seleções classificadas para a Copa podem pedir a troca de um jogador machucado por outro (não obrigatoriamente da lista) até 24 horas antes da primeira partida da equipe no Mundial -o Brasil estreia no dia 17 de junho contra a Suíça.

O artigo 45 do regulamento do torneio determina que os atletas relacionados nessa lista não estejam em atividade por seus clubes a partir do dia 20 de maio. A intenção é protegê-los de lesões.

Leia também:
Seleção segue trabalho físico e só leva 12 jogadores a campo
CBF inaugura centro de R$ 17 milhões na Granja Comary


De acordo com liminar publicada pela Fifa no ano passado, as entidades que quisessem liberar atletas para atuar após esse dia deveriam enviar pedido para a federação até 15 de junho do ano passado.

Segundo a Folha apurou, a CBF fez uma requisição à Fifa para que os jogadores da lista preliminar pudessem atuar no país, mas ainda não recebeu resposta. Por isso, decidiu precaver o Palmeiras sobre a escalação de Dudu. A confederação não informou em que data foi feito o pedido.

O meia-atacante teve poucas chances com Tite. Ele foi convocado apenas duas vezes pelo treinador. Uma delas foi no amistoso contra a Colômbia, realizado em janeiro do ano passado, quando o Brasil contou apenas com atletas que atuam no país.

Se a CBF não receber a autorização da Fifa para que os clubes brasileiros utilizem os jogadores da lista preliminar de convocados, além do jogo desta quarta, Dudu vai desfalcar o time alviverde também no clássico contra o São Paulo, no Allianz Parque, no dia 2 de junho, entre outros.

A CBF não divulgou a relação de 35 jogadores que foi apresentada à Fifa.

Logo após a convocação, no entanto, o técnico Tite revelou que o zagueiro Dedé era um dos atletas pré-selecionados. Ele jogou na terça (22) pelo Cruzeiro na vitória sobre o Racing, por 2 a 1, em Belo Horizonte, pela Libertadores.

Segundo a CBF, a proibição da Fifa não vale para partidas da Copa Libertadores e da Liga dos Campeões. No próximo sábado (26), três convocados (Marcelo, Casemiro e Roberto Firmino) jogarão a decisão do torneio europeu.

Apesar do comandante da seleção brasileira não revelar, outro nome certo na lista de 35 é do lateral esquerdo Alex Sandro, da Juventus, que brigava por uma vaga para a reserva de Marcelo. Filipe Luís, do Atlético de Madri, foi o escolhido para estar entre os 23 brasileiros que disputarão a Copa do Mundo da Rússia.

O zagueiro Rodrigo Caio, que fez cirurgia no pé esquerdo na sexta (18), era outro presente na lista preliminar.

Antes da Copa do Mundo de 2014, o goleiro Diego Cavalieri, então no Fluminense, desfalcou o time tricolor por três partidas por ter sido relacionado por Luiz Felipe Scolari para a lista preliminar.

 

Veja também

Dinamarca vence Rússia e avança às oitavas da Eurocopa
Futebol

Dinamarca vence Rússia e avança às oitavas da Eurocopa

Copa América tem 140 casos de Covid-19, diz Conmebol
Futebol

Copa América tem 140 casos de Covid-19, diz Conmebol