Futebol

Central corrige detalhes para estreia na Série D

Patativa será a primeira equipe pernambucana a jogar na competição, no próximo sábado, contra o Jacyobá

LacerdãoLacerdão - Foto: Divulgação

A primeira equipe pernambucana a estrear no Campeonato Brasileiro da Série D será o Central. A Patativa visita o Jacyobá no próximo sábado (19), às 15h. A expectativa entre os dirigentes da equipe caruaruense é que este é o ano para o desejado acesso à Série C.


“O nosso sentimento é realmente entrar para subir. O discurso que adotamos é que uma das quatro vagas será do Central e estamos trabalhando para isso. O clube retornou com uma melhora significativa após a retomada do futebol e tudo isso trouxe um otimismo muito grande. Estamos há 50 dias treinando e nos sentimos preparados para a competição”, afirmou o diretor de futebol, Antônio Arruda.

A última partida oficial do Central foi em 26 de julho, na derrota por 2x1 para o Náutico, nas quartas de final do Pernambucano. Após isso, a Patativa ainda entrou em campo para um amistoso contra o Campinense, em quatro de setembro, e saiu derrotado por 6x3. Este revés, inclusive, foi um dos motivadores para algumas novas contratações do clube.

Os zagueiros Renan e Gleidson chegaram após o jogo contra os paraibanos e serão alternativas para o treinador Silvio Criciúma. Enquanto o primeiro tem 24 anos, foi revelado pelo Bahia e seu último clube foi o Boca Juniors /SE. O segundo tem 26 anos e veio do Operário/MS. Além dos zagueiros, o Central também oficializou a contratação dos atacantes Jeffinho, Euller e Robinho e os meio-campistas Pablo Henric e Aruá.

Anunciado como reforço antes do retorno do Campeonato Pernambucano, Roger Gaúcho acabou declinando da proposta da Patativa. “Desde junho que estava tudo certo com Roger, mas ele recebeu uma proposta financeiramente muito melhor, do Oeste, que joga a Série B, e ficou impossível de mantê-lo no grupo”, disse Antônio.

 

Veja também

Mayweather fala de revanche contra McGregor e pede R$ 1,6 bilhão
Luta

Mayweather fala de revanche contra McGregor e pede R$ 1,6 bilhão

Polivalente, Marcela avisa à torcida do Náutico: ‘Entramos em campo para honrar a camisa’
Futebol

Polivalente, Marcela avisa à torcida do Náutico: ‘Entramos em campo para honrar a camisa’