Centro de treinamento do Fluminense é invadido por homens armados no Rio

Como o espaço é monitorado por câmeras, a polícia foi acionada rapidamente

Câmara de Vereadores do RecifeCâmara de Vereadores do Recife - Foto: Aguinaldo Leonel/CMR

Homens armados invadiram o Centro de Treinamento do Fluminense, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro e agrediram dois seguranças na noite de ontem (24). Um deles, teve o braço direito quebrado. Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cidade de Deus, os policiais da unidade foram acionados por volta das 20h. Como o espaço é monitorado por câmeras, a polícia foi acionada rapidamente. Ao chegar no local, os policiais trocaram tiros com os invasores e um policial ficou ferido na mão. Um dos bandidos foi preso e dois fugiram.

Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas já passam bem. O policiamento na região foi reforçado. O caso foi registrado na 32ª Delegacia de Polícia (Taquara).

Por nota, o clube informou que nada foi levado do local e que todas as medidas estão sendo tomadas. “O Fluminense conta com o apoio e todo o empenho do Poder Público para que incidentes como este não voltem mais a ocorrer”, conclui a nota.

Veja também

No Paraná, jogadores são afastados após suspeita de fraude em teste de Covid
Futebol

No Paraná, jogadores são afastados após suspeita de fraude em teste de Covid

Presidente da UEFA diz que semifinais da Liga dos Campeões não estão ameaçadas
Futebol Internacional

Presidente da UEFA diz que semifinais da Liga dos Campeões não estão ameaçadas