Chapecoense garante classificação histórica à final da Copa Sul-Americana

O time catarinense disputará o título com o vencedor do confronto entre o Cerro Porteño e o Atlético Nacional

Carlos Eduardo CadocaCarlos Eduardo Cadoca - Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

A Chapecoense fez história nesta quarta-feira ao se classificar para a grande final da Copa Sul-Americana, com empate sem gols em casa diante do o tradicional San Lorenzo, depois do 1 a 1 da partida de ida, na Argentina.

Duante da sua torcida, que fez uma linda desta na Arena Condá, time catarinense ignorou o peso da camisa do time de coração do Papa Francisco e jogou como time grande, com muita garra e personalidade.

O Verdão do Oeste, que há dez anos ainda jogava na Série D, já tinha eliminado outro gigante argentino nas oitavas de final, o Independiente, recordista de títulos na Libertadores (7), antes de passar pelo Junior Barranquilla nas quartas.

Herói da disputa de pênaltis épica contra o Independiente, o goleiro voltou a ser protagonista, com uma defesa milagrosa no último minuto de jogo.

O time catarinense disputará o título com o vencedor do confronto entre o Cerro Porteño, do Paraguai, e o Atlético Nacional, da Colômbia, que se enfrentam nesta quinta-feira, em Medellín.

A equipe colombiana, que busca a 'dobradinha' depois de conquistar a Copa Libertadores, leva vantagem por ter empatado em 1 a 1 no primeiro jogo, em Assunção

Veja também

Arsenal não inscreve Özil para participar do Campeonato Inglês
Futebol internacional

Arsenal não inscreve Özil para participar do Campeonato Inglês

Na busca por ‘final feliz’, Santa formaliza proposta para renovação de contrato com Pipico
Renovação

Na busca por ‘final feliz’, Santa formaliza proposta para renovação de contrato com Pipico