Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Apesar de já mencionar o jogo contra o Itabaiana como a próxima preocupação, Martelotte evita falar do futuro no Clube

Martelotte, técnico do Santa CruzMartelotte, técnico do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Apesar de ter vencido o jogo contra o Brusque no Arruda, ontem, por 3 a 1, o Santa Cruz vai amargar mais um ano na Série C do Campeonato Brasileiro, já que dependia de outro resultado para assegurar o acesso para a série B. A vitória do Vila Nova sobre o Ituano, pelo placar mínimo de 1 a 0, em Itu, frustrou os jogadores e toda a torcida coral. A temporada de 2021 será a quarta consecutiva do Clube na terceira divisão. 

Após o jogo, o técnico Marcelo Martelotte pediu desculpas ao torcedor. “Em primeiro lugar, gostaria de pedir desculpas, em meu nome e em nome de todo o grupo. Estamos muito chateados porque não conseguimos conquistar o nosso principal objetivo”, disse o treinador coral.

Martelotte lamentou o fato de o Santa Cruz chegar na última rodada sem depender somente de si, e salienta que os erros cometidos no quadrangular de acesso custaram caro. “É difícil fazer uma análise de uma competição que você lidera, faz a melhor campanha da primeira fase e mesmo assim não consegue o principal objetivo. Pecamos em poucos momentos, mas nos momentos errados. Foram erros que custaram caro”, enfatizou o técnico.

Sobre o jogo, Marcelo se limitou a dizer que o grupo fez o que deveria ser feito: vencer. “Foi um jogo bom, dentro do que nós esperávamos. Soubemos controlar a partida e as ações do adversário e fizemos o que nos cabia aqui, que era garantir a vitória", pontuou o técnico, que voltou a destacar a frustração do elenco. "Mesmo que a gente tenha se despedido bem da competição, jogando bem, o principal objetivo, que era o acesso, não veio, e isso deixa a sensação de frustração."

Respeitando o tempo de luto do fracasso, Martelotte já começou a pensar nos próximos desafios, já que o confronto contra o Itabaiana/SE, pela pré-Copa do Nordeste, no próximo dia 26 de janeiro.

Indefinição do futuro
O comandante do elenco coral evitou fazer projeções sobre futuro no clube. Apesar de pensar no próximo jogo, Martelotte destacou que o Santa Cruz passará por um processo eleitoral no próximo mês. 

"É difícil falar de futuro agora. Todos sabem do meu carinho pelo Santa Cruz e de como eu coloco esse clube em primeiro lugar. Mas, nesse momento, é difícil falar. Ainda mais porque o futebol é dinâmico, e o clube tem eleições em fevereiro. Não tem como definir nada nesse momento", finalizou Martelotte.

Veja também

Pedro Manta é o novo técnico do Central
Futebol

Pedro Manta é o novo técnico do Central

Lateral-esquerdo Rafinha inicia treinos no Náutico
Futebol

Lateral-esquerdo Rafinha inicia treinos no Náutico