Chegou, enfim, a hora de matar a saudade

Mais de quatro anos após jogar pela última vez nos Aflitos, Náutico retorna ao seu estádio neste domingo, em amistoso festivo

Estádio dos AflitosEstádio dos Aflitos - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Sirene tocando após vitórias, sorvete de "Vevete" nas arquibancadas e lanche no bar do Americano: só os Aflitos tem. Encontro de torcedores na rua da Angustura, "avenida alvirrubra" recepcionando os jogadores na Rosa e Silva e festa no salão principal pós-jogo: só os Aflitos tem. Caldeirão lotado, bairro tomado pelo vermelho e branco e N-Á-U-T-I-C-O ecoando em toda a sede. Precisa dizer onde encontrar isso? Apenas no Eládio de Barros Carvalho. Neste domingo (15), o saudosismo vai se transformar em felicidade. Após mais de quatro anos parado - o último jogo do Timbu no seu palco principal foi no dia 27 de maio de 2014 -, o lar alvirrubro voltará à ativa. O amistoso diante do Newell’s Old Boys, da Argentina, às 17h, vai cravar o desfecho da “novela” envolvendo a volta para casa e abrir uma página para novas histórias que serão contadas no futuro.

A festa começará cedo, com abertura dos portões às 10h30. Além das atrações musicais logo pela manhã, o torcedor alvirrubro reencontrará diversos ex-jogadores que se destacaram no clube nos últimos anos em uma partida preliminar que começará às 15h. O jogo também fará homenagem ao ídolo Kuki, terceiro maior artilheiro do Náutico, com 184 gols. Entre os nomes que estarão na festividade, destaque para o ex-técnico Muricy Ramalho e alguns antigos campeões estaduais de 2001, ano do centenário do Timbu, como Thiago Tubarão, Rafael e Sangaletti. Por fim, haverá o amistoso contra os argentinos, com transmissão pela SporTV2.

Por conta de um curso de treinadores realizado pela CBF, no Rio de Janeiro, o técnico Márcio Goiano não comandou as atividades da semana, mas ele estará na beira do gramado no amistoso. Os trabalhos ficaram a cargo do auxiliar, Edson Miolo. O profissional, inclusive, participaria da preliminar do amistoso, com os ex-atletas, mas terá que desfalcar o time. Isso porque Goiano só chegará minutos antes de a bola rolar e a missão de fazer a preleção ficou com Miolo.

Com relação ao time, o Náutico pode ter os desfalques do zagueiro Sueliton e do volante Jimenez, ambos com dores no tornozelo. A dupla será avaliada pelo departamento médico do clube para saber se terá condições de entrar em campo. Caso contrário, Diego ocupará a vaga do defensor. No meio, Cal Rodrigues e Rhaldney disputam a posição. Mas a escalação, no fundo, pouco importará para o torcedor no domingo. O grande protagonista do dia será o estádio.

Newell's Old Boys

Com um time repleto de reservas e atletas da base, o Newell’s Old Boys aproveitou o convite para o jogo amistoso para conhecer a capital pernambucana, passeando de Catamarã e visitando o Museu Cais do Sertão. Mas engana-se quem pensa que os argentinos não estão levando o jogo a sério. “Queremos agradecer ao Náutico pelo convite. É um privilegio fazer parte desse momento. Será uma partida importante para nossos jogadores jovens. Sabemos que será uma festa, mas vamos fazer nosso melhor para buscar a vitória”, disse o técnico interino, Hector Bidoglio. 

Leia também:
Volta para casa com metas para o futuro
A maior festa da história dos Aflitos

Veja também

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia
Prisão

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa
Futebol

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa