Premier League

Chelsea perde para o Arsenal e dá esperanças de vaga na Champions a West Ham e Liverpool

Emile Smith-Rowe marcou o único gol da partida desta quarta-feira par os Gunners

Foto: SHAUN BOTTERILL / POOL / AFP

O Chelsea, que disputa a final da Liga dos Campeões contra o Manchester City no dia 29 deste mês, foi surpreendido em seu estádio de Stamford Bridge pelo Arsenal, que venceu por 1 a 0 o clássico londrino, correspondente à 36ª rodada da Premier League. 

Os 'Blues', quartos na tabela, está a dois pontos do Leicester (66 pontos), que na terça-feira derrotou o Manchester United (2º) por 2 a 1 em Old Trafford. Esse revés dos 'Red Devils' deu o título de forma matemática aos seus vizinhos do Manchester City. 

O West Ham (5º com 58 pontos), que no sábado viaja para enfrentar o Brighton (17º), e o Liverpool (6º com 57) que na quinta-feira vai disputar um jogo adiado contra o Manchester United, e no domingo enfrenta o já rebaixado West Brom, mantêm assim as chances de terminar no G4 e disputar a próxima Liga dos Campeões.

Emile Smith-Rowe marcou o único gol da partida desta quarta-feira. Aproveitou uma falha do meia italiano de origem brasileira Jorginho (aos 16 minutos), que recuou mal para o goleiro Kepa Arrizabalaga e acabou resultando no gol do visitante. 

"Não sei como o Arsenal teria marcado se não tivéssemos dado um presente a eles. Marcamos quase um gol contra, foi um presente absoluto", disse o técnico do Chelsea, Thomas Tuchel. 

Nos acréscimos, o Chelsea poderia ter evitado a derrota, mas os franceses Kurt Zouma e Olivier Giroud mandaram a bola na trave. 

"Não fizemos o suficiente, não tínhamos a energia habitual. Não estou feliz com o que vi", admitiu Tuchel. 

A vitória dos 'Gunners' nesta partida lhes permite subir ao oitavo lugar e ultrapassar o Everton (55 pontos), que disputou duas partidas a menos.

Próxima parada: Wembley

Por sua vez, o Chelsea joga no sábado contra o Leicester a final da Copa da Inglaterra (FA Cup), no Estádio de Wembley, em Londres. Lá poderá conquistar o primeiro título antes do grande desafio deste ano, a tão esperada final 100% inglesa da Liga dos Campeões contra o Manchester City, que com o título inglês já assegurado pode agora concentrar seus esforços na preparação desse duelo. 

Antes da derrota do clássico desta quarta-feira, o Chelsea acumulava três vitórias consecutivas na Premier League, às quais somou a classificação na semana passada, para a final da Liga dos Campeões ao derrotar o Real Madrid por 2 a 0 na semifinal. 

No campeonato inglês, o Chelsea não perdia desde a derrota por 5 a 2 para o West Bromwich no início de abril.

O Arsenal venceu o Chelsea nas duas vezes no campeonato inglês, algo que não acontecia desde 2003-2004 e que contrasta com a atual temporada, turbulenta e decepcionante. 

"Não vencíamos aqui havia dez anos e é um resultado muito bom", disse o treinador da equipe vencedora, o espanhol Mikel Arteta. 

"Fomos pressionando, com atitude correta e com organização. Isso ajuda a forçar os erros (do adversário). A atitude dos rapazes e da equipe foi extraordinária", comemorou. 

Na semana passada, o Arsenal foi eliminado pelo Villarreal nas semifinais da Liga Europa e viu sua grande esperança de salvar a temporada atual se esvair.

Veja também

"Erick não quer jogar em outro lugar que não seja o Náutico", disse Hélio
Futebol

"Erick não quer jogar em outro lugar que não seja o Náutico", disse Hélio

Tóquio cancela 'fan-zones' previstas para acompanharem as competições olímpicas
Olimpíadas

Tóquio cancela 'fan-zones' previstas para acompanharem as competições olímpicas