Cigano é liberado após suspensão, e volta ao octógono em julho

Lutador brasileiro vai encarar búlgaro no UFC Fight Night 133 que acontecerá nos Estados Unidos

Junior CiganoJunior Cigano - Foto: Youtube/UFC/Reprodução

Os fãs do MMA brasileiro tiveram uma ótima notícia nesse início de mês. O brasileiro Junior dos Santos Cigano, que foi pego no exame antidoping em agosto de 2017, está liberado da suspensão, e já tem data marcada para seu retorno ao octógono. Será no dia 14 de julho, em Idaho, nos Estados Unidos, contra o búlgaro Blagoy Ivanov, estreante nessa categoria, após ter vencido o cinturão do World Series of Fighting (WSOF) e PFL.

O catarinense teve sua pena reduzida para apenas seis meses, após a Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada), o considerar inocente e atribuir o uso de substâncias ilegais a um suplemento alimentar contaminado durante a manipulação em uma farmácia no Rio de Janeiro, e outra em São Paulo. A última vez que Cigano entrou no octógono, ele foi derrotado para Stipe Miocic, croata-americano, atual campeão da divisão até 120kg.

O próximo adversário de Cigano não sabe o que é perder desde maio de 2014. Com 31 anos, o búlgaro tem atualmente na carreira 16 vitórias e apenas uma derrota. Páreo que promete ser muito complicado para o brasileiro.

Além de Junior, mais dois brasileiros que estavam suspensos foram liberados: Rogério Minotauro e Marcos Pezão. Ambos foram inocentados ao conseguirem provar que a substância ingerida foi motivada por suplementos alimentares contaminados no momento da manipulação, e não para causar algum tipo de benefício na hora da luta.

Veja também

Após debandada, Superliga europeia anuncia que vai 'remodelar projeto'
Superliga

Após debandada, Superliga europeia anuncia que vai 'remodelar projeto'

Empossado, Bivar fala de reforma do estatuto e austeridade financeira
Sport

Empossado, Bivar fala de reforma do estatuto