Claudinei comenta saída de Anselmo e exalta chutes de fora

Técnico do Sport Claudinei Oliveira revelou a conversa com o ex-volante leonino e revelou que insiste na cobrança de finalizações de fora da área

Claudinei Oliveira, técnico do SportClaudinei Oliveira, técnico do Sport - Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O excelente aproveitamento do Sport neste Brasileirão tem um nome: Claudinei Oliveira. São oito jogos e apenas uma derrota, para o Cruzeiro, fora de casa. Nos demais jogos, cinco vitórias (Paraná, Bahia, Palmeiras, Atlético/MG e Atlético/PR) e três empates (Corinthians, Internacional). Nem mesmo a perda de um jogador chave como Anselmo fez com que o time perdesse o equilíbrio. “Eu volto a repetir: valorizo sempre os que estão presentes, não os que não posso contar. Anselmo veio conversar comigo e disse que tinha uma notícia triste. Eu disse a ele que não era triste, mas sim feliz pelo reconhecimento do trabalho dele. O que ele nos ajudou não se apaga e a vida segue”, comentou Claudinei.

Leia também:
Fellipe Bastos brinca e comemora golaço pelo Sport
Com golaço de Fellipe Bastos, Sport vence e sobe na tabela
Anselmo aceita proposta árabe e está de saída do Sport
Sport promete quitar salários atrasados rapidamente

Apontado como um profissional muito bom em gestão de grupo, Claudinei Oliveira ressaltou o clima de união dos atletas não só fora, mas dentro de campo. “Eu perdi Evandro por cansaço e coloquei Durval na zaga e puxei Ernando para a lateral esquerda. Mas, avisei para ele que se ele cansasse chamasse Durval para fazer a lateral. Ele pediu num momento e Durval fez sem problema nenhum, sem vaidade de ter que sair da posição. Esse tipo de atitude é fundamental num grupo”, explicou o treinador.

Com 18 pontos ganhos e na vice-liderança do Brasileirão, o questionamento sobre pontuação e metas é sempre levantado nas coletivas. Permanecendo na linha humilde, Claudinei Oliveira exaltou o esforço dos atletas do Sport. “Se eu dissesse que esperava todo esse aproveitamento eu estaria mentindo. Mas, a entrega de todos vem fazendo tudo isso acontecer. É só ver a exaustão de todos após as partidas”, disse Claudinei.

E como não poderia deixar de ser, o golaço de Fellipe Bastos foi assunto na coletiva. “Eu sou até chato com isso. Eu insisto para eles: o problema não é chutar errado, é não chutar. Raul Prata arriscou de esquerda no primeiro tempo e quase marcou. Se você não arriscar você nunca vai finalizar uma jogada”, frisou o treinador do Sport.

Veja também

Weriton detalha primeiras impressões sobre Roberto Fernandes
Futebol

Weriton detalha primeiras impressões sobre Roberto Fernandes

Milton Bivar crava eleições diretas no Sport, mas decisão ainda precisa ser referendada por Conselho
Sport

Milton Bivar crava eleições diretas no Sport, mas decisão ainda precisa ser referendada por Conselho