Claudinei valoriza empate diante do Corinthians

Técnico do Sport declarou que é preciso destacar a evolução do time mesmo sem ter conseguido os três pontos na Arena de Pernambuco

Claudinei Oliveira, técnico do SportClaudinei Oliveira, técnico do Sport - Foto: Paullo Allmeida

Seria natural que jogadores e o técnico Claudinei Oliveira sentissem certa frustração pelo empate em 1x1 acumulado, neste domingo (20), na Arena de Pernambuco, diante do time misto do Corinthians. Mas não foi esse o tom adotado pelos rubro-negros após o jogo. O comandante do Sport, inclusive, ressaltou a qualidade técnica do adversário, mesmo recheado de reservas, e acabou valorizando o ponto conquistado na sexta rodada na Série A do Campeonato Brasileiro.

"Independentemente de jogar com o time titular ou reserva, o Corinthians tem uma forma definida de atuar. Essa é a filosofia do clube, há certo tempo. Há uma cultura tática enraizada desde Mano (Menezes), teve uma evolução com Tite e Carille deu muito bem seguimento ao trabalho. O Corinthians tem uma equipe organizada e é isso que estamos buscando no Sport: uma identidade tática dando passos à frente nesse quesito", justificou, de imediato, o técnico Claudinei Oliveira. "Independentemente de hoje não temos vencido, temos que valorizar a evolução do time. Costumo dizer que só se dar o devido valor ao empate quando se perde", completou.

Leia também:
"Podíamos ter caprichado mais", diz Roger após 1º gol pelo Corinthians
Sport e Corinthians ficam no empate na Arena

O Sport só volta a campo no próximo sábado, em um difícil duelo contra a equipe do Palmeiras, em São Paulo. Para este jogo, Claudinei poderá contar com os retornos do meia Marlone e do volante Fellipe Bastos. Ambos não puderam enfrentar o Timão por serem atletas do Corinthians, e estarem emprestados ao Sport. Uma baixa, no entanto, é certa: Michel Bastos, que estreou neste domingo, não poderá ser acionado, pelos mesmos motivos. Ele pertence ao Palmeiras.

Veja também

Superliga é ápice da revolução dos bilionários estrangeiros no futebol europeu
Futebol

Superliga é ápice da revolução dos bilionários estrangeiros no futebol europeu

Clubes brasileiros dominam a Libertadores, mas crise pode ser uma ameaça à hegemonia
Futebol

Clubes brasileiros dominam a Libertadores, mas crise pode ser uma ameaça à hegemonia