Clima ruim interrompe etapa francesa do mundial de surfe

Apenas duas baterias foram realizadas nesta terça-feira, pelo Round 1, sem a presença de atletas brasileiros

A Grande JogadaA Grande Jogada - Foto: Divulgação

Apenas duas baterias foram realizadas no primeiro dia da janela de competição da etapa francesa da Liga Mundial de Surfe, que precisou ser paralisada devido às más condições climáticas e pode retornar na madrugada desta quarta-feira. Por enquanto, nenhum brasileiro competiu no Quiksilver Pro France.

A bateria que abriu o evento teve como vencedor o norte-americano Nat Young, que atingiu 11 pontos e superou os australianos Joel Parkinson (6.47) e Matt Banting (3.43). Em seguida, o havaiano Keanu Asing, com oito pontos, venceu os norte-americanos Kelly Slater (7) e Kanoa Igarashi (1.50). Os campeões passaram automaticamente para o Round 3, enquanto os perdedores participarão da repescagem.

O atual campeão da etapa de Hossegor é o paulista Gabriel Medina, que faturou o título mundial em 2014 e está na vice-liderança do ranking mundial desta temporada. Medina tem 37.450 pontos e está atrás do havaiano John John Florence, primeiro colocado com 41.650.

Depois de Medina, o brasileiro mais bem colocado é o potiguar Ítalo Ferreira, que aparece em oitavo, com 25.750 pontos. Apesar da distância para os líderes, Ítalo está, novamente, fazendo uma temporada de resultados regulares. Filipe Toledo, atualmente em 11º (25.450), e Adriano de Souza, em 12º (25.400), não conseguiram ainda emendar boas sequências de resultados.

Os demais brasileiros estão na metade de baixo da classificação: Caio Ibelli em 17º (21.700) e Wiggolly Dantas em 18º (20.650). Jadson André (22º, com 15.750), Miguel Puppo (23º, com 14.950), Alejo Muniz (29º, com 12.500) e Alex Ribeiro (30º, com 9.950), por sua vez, já disputam etapas do QS, tour de acesso, como alternativa para somar pontos e evitar o rebaixamento de categoria.

Abaixo, você confere a programação das baterias da primeira fase e as estreias dos brasileiros no Quiksilver Pro France:

Baterias realizadas

1 - Joel Parkinson (AUS) 11.00 x Nat Young (EUA) 6.47 x Matt Banting (AUS) 3.43     2 - Kelly Slater (EUA) 7.00 x Kanoa Igarashi (EUA) 1.50 x Keanu Asing (HAV) 8.00

Baterias pendentes 3 - Jordy Smith (AFS) x Jadson André (BRA) x Kai Otton (AUS)
4 - Matt Wilkinson (AUS) x Miguel Pupo (BRA) x Leonardo Fioravanti (ITA)
5 - Gabriel Medina (BRA) x Dusty Payne (HAV) x Ryan Callinan (AUS)
6 - John John Florence (HAV) x Conner Coffin (EUA) x Joan Duru (FRA)
7 - Adrian Buchan (AUS) x Stuart Kennedy (AUS) x Jeremy Flores (FRA)
8 - Italo Ferreira (BRA) x Wiggolly Dantas (BRA) x Alex Ribeiro (BRA)
9 - Julian Wilson (AUS) x Caio Ibelli (BRA) x Alejo Muniz (BRA)
10 - Kolohe Andino (EUA) x Sebastian Zietz (HAV) x Jack Freestone (AUS)
11- Filipe Toledo (BRA) x Josh Kerr (AUS) x Davey Cathels (AUS)
12 - Adriano de Souza (BRA) x Michel Bourez (TAH) x Adam Melling (AUS)

Veja também

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'
Náutico

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa
Série B

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa