Clínica seleciona jovens para jogar futebol nos EUA

Parceria entre governo estadual e BW Soccer vai indicar atletas que se destacarem para clube norte-americano

Thiago Evencio joga e estuda nos EUA há três anosThiago Evencio joga e estuda nos EUA há três anos - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Alunos da Rede Estadual de Pernambuco que se destacaram nos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs), ano passado, podem estar perto de estudar e jogar nos Estados Unidos. Quarenta e quatro alunos/atletas serão indicados pelas escolas que foram destaques na última edição e seus técnicos, para participarem de uma clínica de futebol, na Arena de Pernambuco, entre os dias 27 e 29 de abril. Os que se destacarem terão a chance de mostrar seu potencial na terra do Tio Sam. Apresentada nessa quinta-feira (22) no Centro de Convenções, em Olinda, a iniciativa é da Brasil World Soccer (BW Soccer) em parceria com a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, responsável pelos JEPs.

Ciente das dificuldades que os jovens têm para concretizar o sonho de ser jogador, sem abandonar os estudos, Antônio Gonçalves, responsável pela BW Soccer, explica o objetivo da clínica. “Sabemos que o esporte aqui em Pernambuco é muito forte. Porém, muito carente em dar oportunidades àqueles alunos que mais precisam, principalmente da Rede Estadual. Sabemos das dificuldades que existem para entrar nos clubes profissionais. Nosso grande objetivo é revelar talentos, e dar esta oportunidade de tentar a vida no exterior. Não só para que ele mostre suas habilidades, mas também na parte acadêmica. Por isso, para participar, o aluno/atleta tem que estar estudando”, declarou.

Sem números de vagas definidas para os que passarem de fase, os treinamentos serão divididos em grupos. No dia 27, os 44 alunos/atletas da Rede Estadual entrarão em campo na Arena de Pernambuco. No dia seguinte, será a vez de 88 estudantes da Rede Particular, que poderão participar por meio de inscrição. No último dia, uma capacitação para os técnicos das equipes dos JEPs será realizada, juntamente com a seleção final dos jovens que terão a chance de embarcar para a Flórida. Tudo sob o comando do coordenador das categorias de base do Orlando City, Mike Potempa. 

Um estudante da Rede Estadual, independentemente da peneira, será escolhido pela empresa organizadora para ficar uma semana treinando na Montverde Academy com tudo pago. Ainda será definida uma data. Caso aprovado, terá o direito de estudar e treinar na base do Orlando City durante o período de um ano.

Os alunos da Rede Particular que têm o interesse em fazer parte da clínica, podem se inscrever a partir de hoje no site da BW Soccer (www.bwsoccer.org). O valor da inscrição custa R$ 300.

Felizardo em um projeto parecido da BW Soccer, o pernambucano Thiago Evencio atua no Sima, time da mesma rede do Orlando City e já está nos Estados Unidos há três anos. Ele fala como está sendo a vida no país norte-americano “Para mim, está sendo uma experiência única. Aprendi que consigo jogar bola sem largar o estudo. Quando cheguei lá, pensei que seria igual aqui, mas lá o nível é muito alto. Lá eu estudo em um nível de faculdade ainda no ensino médio e também jogo futebol no nível profissional. Uma coisa na qual eu não esperava. Então, esta oportunidade está sendo além do que eu imaginava”, disse o jovem de 18 anos, que aproveita para dar um recado para os que buscam se realizar no futebol.

“Não pare de sonhar. Se você tiver uma oportunidade desta, agarre-a, brigue por ela e não solte, que você vai chegar longe e vai ver que era muito mais do que você podia imaginar.”

Veja também

Djokovic vence compatriota Krajinovic e está perto de recorde de Sampras
Tênis

Djokovic vence compatriota Krajinovic e está perto de recorde de Sampras

Empate mantém CSA longe do G-4 e impede Chape de disparar na Série B
Futebol

Empate mantém CSA longe do G-4 e impede Chape de disparar na Série B