Clube exigirá valor de multa rescisória para liberar Nenê

Vasco chegou a cogitar a possibilidade de envolver o meia em uma troca por jogadores do São Paulo, mas o negócio não foi para frente

Prefeita Célia Sales se reuniu com parlamentares pernambucanos em Brasília em busca de recursosPrefeita Célia Sales se reuniu com parlamentares pernambucanos em Brasília em busca de recursos - Foto: Divulgação

Nenê deixou no ar a vontade de ficar mais próximo de seus filhos em 2017, o que sugere uma possível transferência para o futebol de São Paulo. Porém, caso algum clube queira tirar o camisa 10 de São Januário, a missão não será das mais fáceis.
Com contrato renovado ano passado até o fim de 2018, o Vasco estipulou uma multa rescisória e não abre mão de recebê-la em caso de uma transferência.

O clube cruzmaltino chegou a cogitar a possibilidade de envolver o meia em uma troca por jogadores do São Paulo, mas o negócio não foi para frente. Sem nenhuma proposta concreta até o momento, a diretoria planeja a temporada de 2017 contando com o atleta, que desde a sua chegada -no segundo semestre de 2015- até o primeiro semestre de 2016, foi o grande destaque da equipe, caindo de rendimento em seguida assim como o restante do time, que penou para conseguir o acesso à Série A.

No fim de 2015, Nenê recebeu uma sedutora proposta do Atlético-MG e balançou, mas preferiu permanecer levando em consideração a condição de ídolo e a referência que carregava na ocasião em São Januário. Aos 35 anos, o jogador ainda não estipula um prazo para sua aposentadoria.

Veja também

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'