Clubes europeus quebram recordes na janela de janeiro

Ao todo, clubes das cinco principais ligas desembolsaram um total de mais de R$ 3 bilhões

Philippe Coutinho foi a maior contratação da história do BarcelonaPhilippe Coutinho foi a maior contratação da história do Barcelona - Foto: LLUIS GENE / AFP

As cinco maiores ligas de futebol do mundo quebraram recordes no último mês de janeiro, a janela de transferências de inverno na Europa. Um levantamento oficial da Fifa publicado nesta sexta-feira (16) apontou para um crescimento de 70,6% em relação aos gastos de times de Inglaterra, Espanha, Alemanha, França e Itália em 2017.

Alemães, franceses e italianos, no entanto, nada tiveram a ver com o aumento, pois reduziram seus investimentos em janeiro em 42,6%, 76,4% e 46,2%, respectivamente. Os culpados foram ingleses e espanhóis, que gastaram 181% e 560,4% a mais em 2018 em comparação com 2017.

O aumento nos gastos contrasta com a quantidade de transferências, que caiu em 1,1% em relação ao ano anterior. O que pesou foi o tamanho de alguns negócios realizados no período, pois 64,1% do dinheiro movimentado foi proveniente de apenas 10 transferências -a maior delas foi de Philippe Coutinho, que custou 120 milhões de euros (com mais 40 milhões em bônus a serem pagos pelo Barcelona).

Ao todo, clubes dos cinco países citados anteriormente desembolsaram US$ 979,1 milhões (R$ 3,1 bilhões) em janeiro de 2018, contra US$ 574 milhões de 2017. Do total em 2018, times ingleses foram responsáveis por US$ 482,8 milhões (R$ 1,5 bilhões), enquanto espanhóis movimentaram US$ 361,3 milhões (R$ 1,1 bilhão).

Veja também

Santa Cruz estende o contrato de três jogadores até o fim da Série C
Futebol

Santa Cruz estende o contrato de três jogadores até o fim da Série C

Martelotte e dois jogadores do Santa Cruz testam positivo para a Covid-19
Futebol

Martelotte e dois jogadores do Santa Cruz testam positivo para a Covid-19