Com a 11 de Kuki, Nem espera se firmar no time titular

Atacante marcou dois gols na goleada por 4x0 diante do Uniclinic

Poupado, Jefferson deve ser substituído por ErickPoupado, Jefferson deve ser substituído por Erick - Foto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

Jefferson Nem não estava cotado para começar jogando na estreia do Náutico em 2017, contra o Uniclinic, na Arena de Pernambuco, pela Copa do Nordeste. A ideia do técnico Dado Cavalcanti era colocar Dudu, Alison e Giva na frente. Mas os problemas de regularização dos dois primeiros abriram espaço para que o atleta ganhasse uma oportunidade no time principal. E nada melhor do que aproveitá-la com gols. Foram dois, que ajudaram o Timbu a golear por 4x0 o adversário cearense.

"Acho que, por ser uma estreia, nossa equipe ainda precisa evoluir. Mas quem entrou deu conta do recado e graças a Deus saímos com o resultado positivo. Achei minha atuação boa. Com os trabalhos vou melhorar cada vez mais", afirmou Nem.

Na temporada anterior, Jefferson Nem utilizava a camisa 69. Neste ano, com a saída de Bergson, que vestia a 11, o número ficou vago. O atleta da base aproveitou e pegou. Sua inspiração? A de um ídolo alvirrubro.

"Escolhi por conta do Kuki que vestiu a 11 aqui, sendo ídolo. Espero fazer um pouco do que ele fez no Náutico. Esse ano é importante para mim e quero fazer no mínimo 15 gols (na temporada)", finalizou.

Veja também

Acompanhe todos os lances de Sport x Bahia, pela Série A do Campeonato Brasileiro
Série A

Acompanhe todos os lances de Sport x Bahia, pela Série A do Campeonato Brasileiro

Com um a mais, Náutico empata com Cruzeiro e garante permanência na Série B
Série B

Com um a mais, Náutico empata com Cruzeiro e garante permanência na Série B