Futebol

Com apagão em 20 minutos, Náutico tropeça em Maceió

Timbu foi derrotado por 3x1 para o CSA, no Rei Pelé, pela Copa do Nordeste 2022

Lances de CSA x NáuticoLances de CSA x Náutico - Foto: Morgana Oliveira / CSA

Os primeiros 20 minutos desastrosos diante do CSA, neste domingo (20), no Rei Pelé, pela Copa do Nordeste, foram suficientes para tirar qualquer chance de vitória do Náutico. Na metade da etapa inicial, o Timbu já perdia por 3x0. No decorrer do tempo, só deu para diminuir o prejuízo. No fim, o tropeço por 3x1 deixou a situação mais embolada no Grupo B da competição. 

O nome mais falado do Náutico nos primeiros 10 minutos foi o de Rafael Ribeiro. O defensor foi mal nos lances que geraram os dois gols do CSA. No primeiro, fez a falta na entrada da área, levou cartão amarelo e, na cobrança, o zagueiro deixou Marcel subir com tranquilidade para cabecear e fazer 1x0. No seguinte, quase fez gol contra, acertando o travessão. No rebote, Giva ampliou a vantagem dos mandantes.

O problema do Timbu, porém, não se resumia a um atleta. A displicência era geral. A desatenção e a omissão foram penalizadas com mais um gol. Geovane, de fora da área, deixou o placar ainda mais elástico. Antes do intervalo, o Náutico ainda perdeu Leandro Carvalho, expulso, após discussão com Wellington, do CSA, que também levou o vermelho.

Com diversas mudanças no segundo tempo e apoiado na diminuição de ritmo do CSA, o Náutico ganhou mais posse de bola e espaço. Aos 34, Júnior Tavares achou Carpina no meio dos defensores alagoanos. O prata da casa girou bonito e bateu rasteiro para diminuir o placar. O meia, inclusive, era o mais lúcido da equipe, mas não contou com o apoio dos demais companheiros para conseguir uma reação e trazer de Maceió ap menos um ponto na bagagem.

Foco no mata-mata nacional

Nada de Nordestão ou Estadual. O próximo compromisso do Náutico é pela Copa do Brasil. O Timbu visita o Tocantinópolis, em Ribeirão, pela primeira fase do torneio. Os pernambucanos precisam no mínimo de um empate para avançar. Se perderem, serão eliminados.

Ficha técnica

CSA 3

Marcelo Carné; Cedri, Wellington, Marcel e Geovane (Werley); Giva, Diego Renan e Rolin (Willian); Osvaldo (Bruno Mota), Didira (Luiz Henrique) e Dalberto (Felipe Augusto). Técnico: Mozart

Náutico 1

Lucas Perri; Hereda (Thassio), Camutanga, Rafael Ribeiro (Carlão) e Júnior Tavares; Djavan (Richard Franco), Rhaldney e Jean Carlos; Ewandro (Wagninho), Leandro Carvalho e Robinho (Carpina). Técnico interino: Marcelo Rocha

Local: Rei Pelé (Maceió/AL)

Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN). Assistentes: Flavio Gomes Barroca e Joao Henrique Queiroz da Silva (ambos do RN)

Gols: Marcel (aos 5 do 1ºT), Giva (aos 7 do 1ºT), Geovane (aos 19 do 1ºT), Carpina (aos 34 do 2ºT)

Cartões amarelos: Wellington, Luiz Henrique, Willian (C); Rafael Ribeiro, Jean Carlos (N)

Cartões vermelhos: Wellington (C); Leandro Carvalho

Veja também

Promovido pela ITF, Recife Open Tenis tem início neste domingo (3)
Tênis

Promovido pela ITF, Recife Open Tenis tem início neste domingo (3)

Treinador do Santa Cruz revela estratégia de "vaias artificiais" durante treino fechado; entenda
SANTA CRUZ

Treinador do Santa Cruz revela estratégia de "vaias artificiais" durante treino fechado; entenda