Com apenas dois gols no ano, Rogério é esperança no Sport

Com a lesão de Hernane Brocador, Rogério será adiantando no ataque do Sport. Jogador disputou 29 jogos neste ano e marcou apenas dois gols

RogérioRogério - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Contratação mais cara da história do Sport, chegou a hora de Rogério fazer jus a todo investimento feito pela diretoria para contar com o seu futebol. No total, foram gastos R$ 6 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador, adquiridos em dois momentos distintos, mas superando os R$ 5,2 milhões gastos em fevereiro do ano passado por 70% dos direitos econômicos para tirar André do Sporting Lisboa, de Portugal. Com a luxação no ombro esquerdo de Hernane Brocador, que deixará o atleta de molho de 30 a 45 dias, tudo indica que Rogério será novamente adiantado para atuar como homem de referência no ataque leonino para conseguir balançar as redes.

As esperanças na Ilha do Retiro aumentaram um pouco após o treinamento da tarde da última quinta-feira (20), no CT José Médicis, em Paratibe, quando o time titular bateu o reserva por 3x1 e Rogério marcou dois gols, com Morato marcou outro. Para completar o bom trabalho por parte dos atacantes, Matheus Peixoto, primeira opção no banco, descontou para os suplentes.

Leia também:
Calo em 2018, ataque leonino também fica sem Rogério
Líder em assistências, Rogério exalta volta de confiança
Ronaldo Alves ‘retoma’ vaga na zaga do Sport

Balançar as redes vem sendo algo raro na Praça da Bandeira. Nos últimos 14 jogos, os rubro-negros fizeram apenas cinco gols. Um desempenho de 0,35 gol por partida, pífio para quem quer continuar disputando a elite do futebol brasileiro. E essa má fase não é apenas no Brasileirão, mas em toda a temporada. Nos 40 jogos que fez até agora, foram apenas 45 gols marcados, numa média baixa de apenas 1,13 gol por jogo. Consequentemente, isso se reflete nos números dos atacantes rubro-negros.

Em 29 jogos neste ano, Rogério marcou apenas dois gols. O jogador passou em branco no Pernambuco (sete jogos), na Copa do Brasil (um jogo) e marcou contra Paraná e Atlético/MG nesta Série A. Sem contar com os insucessos com nomes como Índio, Hygor e Carlos Eduardo. Essa não será a primeira vez que Rogério terá a função de finalizador no Sport, inclusive neste ano. Porém, como o Sport não terá Hernane Brocador por cinco ou até sete jogos, ele terá essa sequência para tentar ajudar o Leão.

Em relação ao restante do time, Eduardo Baptista não poderá ser acusado de comodismo ou omissão, já que várias tentativas vêm sendo feitas nos últimos jogos. Desta vez, Marlone ganhou outra chance como titular, após ficar de fora do duelo contra o Corinthians, no último domingo, por questões contratuais. Como o próprio treinador adiantou que gostou da postura do time no último jogo, a base da escalação será mantida. As duas mudanças serão Marlone e Ronaldo Alves, que retorna após cumprir suspensão. Com isso, Léo Ortiz deve ficar como opção no banco de reservas.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4