Futebol

Com Coutinho de volta e sem Neymar, Brasil encara o Equador

O País lidera as eliminatórias de forma invicta, com 35 pontos (11 vitórias e dois empates).

Brasil encara o Equador nas EliminatóriasBrasil encara o Equador nas Eliminatórias - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Leia também

• Tite convoca Seleção para confrontos contra Equador e Paraguai; confira lista completa

Mais uma vez, Brasil e Equador se enfrentam pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022 A diferença, contudo, não está somente na mudança de um turno para o outro e no fato de a Seleção ter se classificado antecipadamente ao torneio. O ambiente em torno do confronto também é outro. Mais leve. O oposto do encontro passado, em junho de 2021, com clima tenso por conta dos protestos de parte dos brasileiros após o País ter aceitado ser sede da Copa América em meio a uma pandemia da Covid-19. O técnico Tite e os atletas não esconderam o incômodo com a decisão, mas acataram a mudança e disputaram a competição, vencida pela Argentina. Passado o fato, o duelo de hoje, em Casa Blanca, é mais um preparatório de olho na equipe ideal que vai disputar o Mundial no Catar. 

Quarto jogador que mais atuou na Seleção sob o comando do treinador (atrás de Marquinhos, Gabriel Jesus e Casemiro), Philippe Coutinho voltou a lista de convocados e será titular, na vaga de Lucas Paquetá, suspenso. A última vez que o meia atuou pelo Brasil foi na vitória sobre o Peru por 4x2, em outubro de 2020. Na frente, o ataque terá Vinícius Júnior, Raphinha e Matheus Cunha – lesionado, Neymar não foi convocado.

Por falar em Vinícius Júnior, o atleta recebeu elogios do companheiro de Seleção e de clube, Casemiro, volante do Real Madrid. “Em se tratando de Real Madrid, ele está sendo excepcional, ainda mais eu que o vejo todos os dias. É um privilégio jogar com ele. Vi crescendo no clube, chegou com dimensão muito grande, mas é normal o período de adaptação, de país, da liga, claro que é normal. Com a seleção é outro estilo de jogo, outra adaptação, a concorrência é diferente, cada lugar é uma história. Quanto mais rápido ele se adaptar, melhor. Mas não podemos esquecer que ele tem 21 anos”, apontou.

O Brasil deve ir a campo com Alisson, Emerson, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Coutinho; Vini Jr, Raphinha e Matheus Cunha. O País lidera as eliminatórias de forma invicta, com 35 pontos (11 vitórias e dois empates).

Ficha técnica

Brasil
Alisson, Emerson, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Coutinho; Vini Jr, Raphinha e Matheus Cunha. Técnico: Tite

Equador
Dominguez; An. Preciado, Torres, Hincapie, Estupinan; Franco, Mendez, Caicedo, Ay. Preciado; Estrada, Valencia. Técnico: Gustavo Alfaro

Local: Casablanca (Quito/EQU)
Horário: 18h
Árbitro: Wilmar Roldan (COL). Assistentes: Alexander Guzman e John Leon (COL)
Transmissão: Globo, SporTV

 

Veja também

Lyon vence Barcelona e conquista Liga dos Campeões feminina mais uma vez
Futebol Europeu

Lyon vence Barcelona e conquista Liga dos Campeões feminina mais uma vez

Retrô vence Icasa e Afogados perde de virada para o Sousa
Futebol

Retrô vence Icasa e Afogados perde de virada para o Sousa