Com dores na coxa, Fernandinho é dúvida para o clássico

Jogador vai passar por exame de imagem para saber gravidade do problema

Atacante teve passagem discreta pelo TimbuAtacante teve passagem discreta pelo Timbu - Foto: Paullo Allmeida/FolhaPE

O técnico Roberto Fernandes pode perder uma peça importante do time titular para o jogo da quarta (24), contra o Sport, na Arena de Pernambuco, no Clássico dos Clássicos válido pela terceira rodada do Campeonato Pernambucano 2018. O atacante Fernandinho está com dores na coxa esquerda e será avaliado nesta terça (23) pelo departamento médico do clube para saber a gravidade do problema.

Leia também:
A assustadora fragilidade de Náutico e Santa
Náutico pode contar com volta de três peças contra Sport
Roberto cita tropeços de times grandes para explicar início irregular do Náutico
Náutico é atropelado pelo Central e cai para quarto lugar

Fernandinho foi um dos atletas que atuou em todos os três jogos que o Náutico fez na maratona de partidas em cinco dias. Ainda sem o condicionamento físico ideal, o atleta chegou a passar mal no intervalo do jogo contra o Altos, na última quarta (17), pela Copa do Nordeste. Diante do Central, na rodada passada, ele deixou o gramado com dores na coxa esquerda.

Sem Fernandinho, Roberto pode acionar Clebinho, mantendo o meio-campo com Hygor, Negretti, Wallace e Medina. Outra ideia seria colocar Josa na vaga do atacante, escalando uma equipe com três volantes e apenas Daniel Bueno na frente.

Zaga
O Náutico terá o retorno de Camutanga na próxima rodada. O jogador cumpriu suspensão automática na derrota por 3x0 para o Central por conta da Caixa expulsão na estreia do Estadual, diante do América, na vitória alvirrubra por 3x2. Além disso, o clube ainda aguarda a regularização de Breno Calixto.

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'