Campeonato Pernambucano

Com Estadual batendo na porta, atacantes prometem briga saudável pela artilharia

Kieza, Walter e Mikael querem alcançar o topo da lista de artilheiros da competição que inicia neste final de semana

Atacantes do Trio de Ferro prometem briga boa pela artilharia do EstadualAtacantes do Trio de Ferro prometem briga boa pela artilharia do Estadual - Foto: Tiago Caldas/CNC; Marconi Meireles/Folha de Pernambuco; Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Talvez não mais como em outras épocas, mas quando começam os campeonatos estaduais Brasil afora, a rivalidade entre os torcedores dos principais clubes aflora. Sempre foi assim ao longo dos anos. E em 2022, o Campeonato Pernambucano terá alguns personagens essenciais para que isso aconteça. Responsáveis por serem "os caras" de Náutico, Santa Cruz e Sport, Kieza, Walter e Mikael prometem uma disputa sadia pela artilharia do torneio que tem início neste final de semana.  

Goleador máximo da última edição do Pernambucano com 10 gols, Kieza vai sair atrás dos colegas na briga para manter o posto de artilheiro. Apesar de estar recuperado de lesão no tornozelo que o tirou dos gramados em boa parte da temporada em 2021, o camisa 9 será poupado contra o Íbis. Até por isso, brincou com a situação ao elogiar os rivais. O homem-gol dos Aflitos pediu para os adversários irem "devagar" ao longo da competição. 

“Sempre almejo artilharia, entrando nas competições para fazer o maior número de gols possível. Espero fazer os gols que todos esperam. Ano passado, eu até poderia fazer mais no Estadual. Neste ano, vou procurar entrar focado para fazer meu trabalho da melhor forma. Sobre eles (Walter e Mikael), o recado é para eles virem devagar (risos). Sei que são grandes jogadores, bons finalizadores. Tenho respeito imenso, mas vamos disputar bem (a artilharia)”, brincou Kieza. 

Prestes a debutar no futebol pernambucano pelo Santa Cruz, Walter deixou claro que não precisa "mostrar mais nada para ninguém". Com um currículo vasto e passagens de destaque por alguns clubes do futebol nacional, o atacante de 32 anos será a referência do ataque coral e candidato seríssimo à artilharia do certame. Apesar de não conhecer os atacantes alvirrubro e rubro-negro pessoalmente, o centroavante exaltou ambos. 

"O Kieza eu não conheço pessoalmente, mas conheço de jogar contra e de ver jogar. O Mikael é um baita atacante, um jovem, tem um futuro grande. Vai ser uma briga boa, a qualidade cada um tem a sua. Não sou um camisa 9 de fazer gols, pois penso muito em dar passes para os companheiros, penso no grupo. Mas tem muitos jogadores de qualidade e o Kieza é um deles, o Mikael está começando agora. Quem ganha com isso é Pernambucano", enfatizou.

Atleta mais jovem do trio, Mikael talvez seja o que vive melhor fase. Mesmo com a queda do Sport, fechou a temporada em alta, sendo artilheiro do Leão no ano com 15 gols. Agora, espera manter a evolução neste início de ano. "Se o atacante falar que não pensa em artilharia, ele está mentindo. Mas trabalhamos para ajudar primeiro a equipe e segundamente que a artilharia venha com os gols. Assim, podemos ter um bom desempenho junto com o time" detalhou. 

Veja também

Lyon vence Barcelona e conquista Liga dos Campeões feminina mais uma vez
Futebol Europeu

Lyon vence Barcelona e conquista Liga dos Campeões feminina mais uma vez

Retrô vence Icasa e Afogados perde de virada para o Sousa
Futebol

Retrô vence Icasa e Afogados perde de virada para o Sousa